Tag Archives: Resumo Capítulo X – Relações económicas com o Resto do Mundo

Resumo Capítulo X – Relações económicas com o Resto do Mundo

Resumo Capítulo X – Relações económicas com o Resto do Mundo

Ponto 1 – Comércio interno e Comércio externo

Comércio externo – é o comércio estabelecido entre um país e o resto do mundo.

Comércio interno – é o comércio realizado dentro de um território nacional.

Comércio internacional – é relativo ao comércio que é praticado entre os diversos países do Mundo.

Nas últimas décadas, o comércio internacional tem vindo a desenvolver-se de uma forma mais acelerada.

Como resultado do incremento das trocas internacionais, regista-se um aumento dos fluxos migratórios fazendo com que circulem mais pessoas de uns países para os outros.

Ponto 2 – Divisão Internacional do Trabalho

A Divisão Internacional do trabalho  representa a forma como se distribuem as atividades produtivas pelos diferentes países do Mundo, originada pela especialização.

Ponto 3 – Vantagens comparativas e Vantagem absoluta

Vantagem absoluta – Situação em que um país tem vantagem absoluta na produção de um bem, quando é capaz de produzir esse bem de forma mais eficiente do que os outros países.

Vantagem comparativa – Situação em que um país deve especializar-se na produção de bens onde é comparativamente menos ineficiente, independentemente de ter, ou não, vantagem absoluta na produção de alguns bens.

Ponto 4 – Balança de Pagamentos

Definição de Balança de Pagamentos

É a Balança que regista as transações económicas entre um país e o Resto do Mundo, sendo composta pela Balança Corrente, Balança de Capital e Balança Financeira.

Ponto 5- Balança Corrente

A Balança Corrente regista os fluxos de entrada e de saída relativos às transações correntes entre um país e o Resto do Mundo.  Engloba a Balança de Mercadorias, a Balança de Serviços, a Balança de Rendimentos e a Balança de Transferências Correntes.

Ponto 6 – Balança de Rendimentos

Esta Balança regista os fluxos de entrada e de saída relativos a rendimentos de trabalho e de investimento entre um país e o Resto do Mundo

Ponto 7 – Balança de Capital

Esta Balança regista os fluxos de capital que não envolvem uma contrapartida e os fluxos de capital relativos a aquisições e cedências de ativos não produzidos, não financeiros.

Ponto 8 – Balança Financeira

Esta Balança regista as transações de mudança de propriedade de ativos e passivos financeiros entre um país e o Resto do Mundo. Inclui o investimento direto, investimento de carteira, derivados financeiros, outro investimento e ativos de reserva.

Ponto 9 – Políticas comerciais e a organização do comércio mundial

Livre- cambismo – É  uma corrente que defende que o comércio internacional deve funcionar segundo as leis do mercado, sem intervenção estatal.

Proteccionismo – É uma corrente que defende a intervenção do Estado no que respeita à proteção das indústrias nacionais contra a concorrência externa.

Ponto 10 – Organização Mundial do Comércio

A Organização Mundial do Comércio (OMC) é a sucessora do GATT; esta organização tem como objetivo principal promover a liberalização do comércio a nível mundial.

Ponto 11- Relações de Portugal com a UE e resto do Mundo

A balança de Serviços e as Transferências correntes são as únicas rúbricas da Balança corrente que dão contributo positivo, destacando-se aqui o peso dos serviços como por exemplo o turismo.