Tag Archives: Produção na economia

Custos de produção

Custos de produção

Os encargos decorrentes da produção de bens e serviços denominam-se custos de produção.

Os custos de produção têm 2 componentes:

Custos Fixos e Custos Variáveis

Custos fixos, são os que são suportados pela empresa independentemente da quantidade de bens e serviços produzidos, por exemplo renda da sede da empresa.

Custos variáveis, são custos que variam em função da quantidade de bens e serviços produzida, por exemplo a conta de electricidade depende do consumo energético despendido na produção.

Recursos naturais

Recursos naturais

Consideramos recursos naturais todos os elementos que a Natureza fornece ao Homem para satisfação das suas necessidades. Estes recursos podem ser duas espécies: renováveis ou não renováveis.

Os recursos renováveis: são aqueles que não se esgotam num curto período de tempo e que por esse motivo vão sendo substituídos periodicamente, como por exemplo os recursos hídricos, florestais, etc.

Os recursos renováveis e não são muito utilizados por nós, a sua implementação exige um grande investimento e sobretudo uma mudança profunda de mentalidades e de hábitos de consumo das  pessoas.

Recursos não renováveis: são os que não podem ser repostos pela natureza em tempo útil, isto é, a sua reposição só é possível num período de tempo muito longo que não acompanha o ritmo das necessidades humanas.

Estes recursos resultam de processos muito demorados e, normalmente, a sua utilização provoca muitos danos no ambiente.

As principais fontes de energia utilizadas no nosso planeta são recursos não renováveis, como o petróleo, o gás natural ou o carvão.

organização cientifica do trabalho

organização cientifica do trabalho

A organização cientifica do trabalho trouxe inúmeros aspetos positivos à atividade económica produtiva, nomeadamente:

Eliminação dos movimentos inúteis através da sistematização das operações de fabrico;
adatação dos trabalhadores às tarefas que lhe são cometidas;
acréscimo de produção com menor dispêndio de recursos;
Diminuição dos custos de produção permitindo aumentar a remuneração do trabalho e diminuir o preço de venda dos bens com os naturais efeitos positivos na procura;
Aumento do consumo e, consequentemente da produção com naturais ganhos provenientes da produção em série.