Tag Archives: impostos directos

Exercícios Exame Rendimentos e repartição dos rendimentos

Exercícios Exame Rendimentos e repartição dos rendimentos

 

    1. A poupança das famílias é dada pela expressão…
      1. rendimento disponível das famílias – impostos pagos pelas famílias
      2. depósitos bancários das famílias + valor dos certificados de aforro que estas possuem
      3. depósitos bancários das famílias + entesouramento por elas realizado
      4. rendimento disponível das famílias – despesas de consumo das famílias
  1. Utilizam-se Curvas de Lorenz quando se pretende…
    1. comparar o salário mínimo com o salário máximo
    2. representar as desigualdades na repartição pessoal do rendimento
    3. relacionar os salários com os rendimentos do factor capital
    4. determinar a repartição funcional do rendimento
  2. O leque salarial é um indicador…
    1. do nível dos salários reais
    2. de desigualdade nos salários
    3. da relação entre salários de diferentes países
    4. do valor do salário médio
  3. A remuneração que os proprietários recebem por cederem terrenos para a actividade produtiva designa-se por…
    1. salário
    2. lucro
    3. juro
    4. renda
  4. O poder de compra das famílias resulta da relação do seu rendimento disponível com…
    1. o tipo de bens que adquirem
    2. o nível geral dos preços no consumidor
    3. a sua capacidade de poupança
    4. o grau de satisfação das suas necessidades
  5. O Lucro é …
    1. a diferença entre o preço de venda e o valor dos impostos pagos
    2. uma forma de rendimento do dinheiro emprestado
    3. o valor de venda dos bens pelas empresas
    4. uma das formas de remuneração do capital investido
  6. O aumento dos salários nominais dos trabalhadores implica, necessariamente, um aumento do seu salário real. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, porque com o aumento dos salários nominais os trabalhadores recebem mais dinheiro
    2. falsa, porque a inflação pode ser superior ao aumento dos salários nominais
    3. verdadeira, porque o aumento dos salários nominais implica um aumento do nível de vida.
    4. falsa, porque não existe qualquer relação entre salário nominal e salário rela.
  7. Os rendimentos primários, recebidos pelos agentes económicos em consequência da sua participação no processo produtivo, são constituídos por…
    1. rendas, juros, lucros e salários
    2. rendas, lucros, remessas e transferências
    3. salários, juros, subsídios e remessas
    4. salários, rendas, subsídios e lucros
  8. A forma de salário que representa a quantidade de moeda que um indivíduo recebe em troca do seu trabalho designa-se…
    1. salário nominal
    2. salário bruto
    3. salário real
    4. salário iliquido
  9. O salário que resulta depois de se deduzirem os impostos e as contribuições sociais ao salário bruto denomina-se salário…
    1. ilíquido
    2. líquido
    3. real
    4. nominal
  10. Os impostos indirectos….
    1. recaem sobre a utilização do rendimento
    2. recaem sobre o rendimento
    3. recaem sobre a produção
    4. incidem sobre as vendas
  11. A remuneração pela cedência temporária de uma determinada quantia em dinheiro intitula.se….
    1. juro
    2. taxa de câmbio
    3. crédito
    4. unidade de participação
  12. Os salários reais aumentam se…
    1. os salários nominais subirem o mesmo que os preços
    2. os salários nominais subirem menos do que os preços
    3. os salários nominais se mantiverem e os preços descerem
    4. os salários nominais se mantiverem e os preços estagnarem
  13. Os rendimentos que remuneram a função desempenhada por cada agente no processo produtivo denominam-se….
    1. secundários
    2. disponíveis
    3. patrimoniais
    4. primários
  14. O rendimento pessoal disponível resulta…
    1. da remuneração auferida pelas famílias pela sua participação na actividade económica
    2. da soma dos rendimentos primários com os secundários deduzida dos impostos e das contribuições sociais
    3. do rendimento pessoal deduzido dos impostos e das contribuições sociais
    4. dos rendimentos primários acrescidos das transferências sociais
  15. A curva de Lorenz permite constatar…
    1. as desigualdades na repartição pessoal dos rendimentos
    2. o rendimento médio anual recebido por cada habitante
    3. a quantidade média de bens e serviços que cada habitante adquire
    4. o peso do factor trabalho no valor do produto
  16. Um exemplo de investimento pode ser….
    1. a compra de um automóvel para uso pessoal
    2. o pagamento de salários aos trabalhadores de uma empresa
    3. a compra de uma jóia para uso pessoal
    4. a constrição de uma auto-estrada pelo Estado.
  17. Atualmente, em vários países da Europa, os sistemas de Segurança Social correm risco de rutura financeira. Um dos fatores responsáveis por esse fato pode ser…
    1. O aumento da população empregada
    2. a diminuição da população inativa
    3. O aumento da população residente
    4. A diminuição da população empregada
  18. O rendimento disponível das famílias aumenta (permanecendo tudo o resto constante) se…
    1. diminuir a taxa de juro dos empréstimos.
    2. diminuir o valor dos impostos diretos.
    3. aumentar o valor dos impostos indiretos
    4. aumentar a taxa de inflação.
  19. Em 2014, num dado país, as famílias efetuaram uma poupança de 10% do seu rendimento disponível médio. No mesmo período, as famílias apresentaram como coeficientes orçamentais das despesas em alimentação e em transportes, respetivamente 30% e 15%. Nestas condições, em 2014, por cada 100€ do seu rendimento disponível, as famílias despenderam, em média.
    1. 30€ em alimentação e 13,5€ em transportes.
    2. 30€ em alimentação e 15€ em transportes.
    3. 27€ em alimentação e 15€ em transportes.
    4. 27€ em alimentação e 13,5€ em transportes.
  20. O salário real
    1. corresponde ao total das remunerações do trabalhador depois de se deduzirem os impostos e contribuições sociais.
    2. corresponde ao poder de compra do salário nominal.
    3. corresponde ao rendimento pessoal disponível.
    4. corresponde à quantidade de moeda que um indivíduo recebe em troca de trabalho.
  21. A repartição funcional do rendimento
    1. permite analisar a composição dos rendimentos por agregado familiar.
    2. considera a divisão do rendimento segundo a profissão do agente.
    3. é a distribuição do rendimento que ocorre de acordo com as funções desempenhadas por cada interveniente na atividade económica.
    4. considera a divisão do rendimento segundo o estrato social do agente.
  22. As curvas de Lorenz permitem estudar…
    1. o grau de concentração dos rendimentos.
    2. o impacto da inflação no poder de compra de uma população.
    3. o nível de endividamento dos indivíduos de uma região.
    4. a evolução dos stocks de existências ao longo de um ano.
  23. O conjunto de operações, realizadas numa lógica social, com o objetivo de corrigir as desigualdades decorrentes da repartição primária dos rendimentos designa-se…
    1. justiça social.
    2. redistribuição dos rendimentos.
    3. Estado de direito.
    4. Estado- providência.
  24. O aumento dos salários nominais implica, necessariamente, uma melhor repartição pessoal do rendimento. Esta afirmação é….
    1. verdadeira, porque o aumento o aumento dos salários nominais aumenta o rendimento da população
    2. falsa, porque o aumento dos salários nominais não se traduz, necessariamente, num aumento dos salários reais.
    3. verdadeira, porque o aumento dos salários nominais implica o aumento dos salários reais
    4. falsa, porque o aumento dos salários nominais nem sempre diminui as desigualdades sociais.

Exercícios intervenção Estado na economia

Exercícios intervenção Estado na economia

  1. O Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) é um imposto com carácter….
    1. Regressivo
    2. proporcional
    3. Progressivo
    4. Nenhuma das hipóteses anteriores
  2. Um saldo orçamental positivo das Administrações Publicas significa que…
    1. as receitas do Estado são superiores às suas despesas
    2. o Estado deve recorrer a empréstimos para pagar o superavit
    3. os impostos directos pagos ao Estado ultrapassam o valor dos indirectos
    4. as exportações realizadas pelo Estado excedem, em valor, as suas importações
  3. Consideram-se instrumentos de intervenção económica e social do Estado
    1. as receitas privadas
    2. os relatórios e contas das empresas
    3. os planos imperativos que orientam o sector privado
    4. os plano indicativos que orientam o sector privado
  4. Um aumento dos impostos, tudo o resto constante…
    1. Não influencia a despesa agregada
    2. Origina um aumento da despesa agregada
    3. Origina uma diminuição da despesa agregada
    4. Nenhuma das hipóteses anteriores
  5. A administração pública inclui…
    1. os agentes que prestam serviços gratuitos às famílias
    2. as unidades institucionais de um país que produzem bens e serviços não comercializáveis
    3. os organismos da Administração Central e as instituições sem fins lucrativos ao serviço das famílias
    4. as unidades produtivas de um país que produzem bens e serviços comercializáveis destinados a uma comunidade
  6. Quando o Estado pretende atenuar as desigualdades verificas na repartição pessoal dos rendimentos, pode utilizar impostos…
    1. director proporcionais
    2. directos progressivos
    3. indirectos de taxa única
    4. indirectos sobre as exportações
  7. As despesas públicas podem contribuir para…
    1. Redistribuir o rendimento numa economia
    2. Aumentar a quantidade dos bens de capital fixo, aumentando assim a capacidade produtiva da economia
    3. Aumentar a qualidade e a capacidade produtiva dos recursos humanos de uma economia
    4. Todas as hipóteses anteriores
  8. Os impostos são classificados como…
    1. Receitas públicas patrimoniais ou voluntárias
    2. Receitas públicas coercivas ou obrigatórias
    3. Despesas públicas correntes
    4. Despesas públicas de capital
  9. O ISV (Imposto sobre veículos), aplicado pelo Estado, é considerado um imposto
    1. direto;
    2. corrente;
    3. extraordinário;
    4. indireto.
  10. A iluminação pública é exemplo de um bem público, porque…
    1. é um bem abundante
    2. responde a uma necessidade primária
    3. satisfaz uma necessidade do Governo
    4. goza de não exclusividade
  11. Uma das funções económicas e sociais do Estado é a de garantir a equidade. Isso significa que o Estado deve…
    1. orientar a economia de modo que os recursos sejam utilizados com eficiência
    2. distribuir os recursos de forma a evitar externalidades negativas
    3. promover um crescimento económico respeitador do ambiente
    4. intervir de modo a atenuar desigualdades económicas e sociais
  12. Os impostos director incidem…
    1. sobre os rendimentos das famílias e sobre os rendimentos das empresas
    2. apenas sobre os rendimentos das famílias
    3. apenas sobre as despesas das empresas
    4. sobre as despesas das empresas
    5. sobre as despesas das empresas e sobre as despesas das famílias
  13. O Bem A apresenta duas características: ninguém pode ser excluído de o consumir e o uso que alguém faz dele não diminui a quantidade disponível para outros o utilizarem. Estas duas características a de bem não excluível e a de bem não rival, são características dos…
    1. bens públicos
    2. bens privados
    3. bens comuns
    4. bens normais
  14. Um dos objectivos da intervenção do Estado na redistribuição do rendimento é garantir uma maior…
    1. produtividade
    2. autonomia
    3. eficiência
    4. equidade
  15. É exemplo de uma medida imediata de combate ao desemprego…
    1. a alteração da taxa de juro dos depósitos à ordem
    2. o aumento da idade de reforma dos trabalhadores
    3. o equilíbrio das contas públicas
    4. a implementação de cursos de formação profissional
  16. As despesas públicas relacionadas com o aumento da capacidade produtiva do país, como os investimentos em infra-estruturas, classificam-se como…
    1. despesas de capital
    2. despesas coactivas
    3. despesas correntes
    4. despesas de médio e longo prazo
  17. Um dos objectivos do Estado, no exercício das suas funções económicas e sociais, consiste em …
    1. assegurar preços baixos para todos os bens
    2. fixar o valor dos lucros a atingir pelas empresas
    3. promover a eficiência na utilização dos recursos
    4. implementar políticas estruturais de curto prazo
  18. As diversas repartições das finanças de um dado pais decidiram melhorar a qualidade dos serviços prestados e, para isso, adquiriram novas fotocopiadoras e novas esferográficas. Os valores de compra das fotocopiadoras e das esferográficas são inscritos no Orçamento do Estado como…
    1. despesas correntes, em ambos os casos
    2. despesas de capital, em ambos os casos
    3. despesas de capital e correntes, respetivamente
    4. despesas correntes e de capital, respetivamente
  19. Quando as receitas públicas excedem as despesa públicas, regista-se um…
    1. superavit orçamental;
    2. superavit comercial;
    3. défice comercial;
    4. défice orçamental.
  20. Num dado país, em 2013, as receitas públicas foram 90 milhões de euros e corresponderam a 60% do PIB. Nesse ano, verificou-se um excedente orçamental, que correspondeu a 10% do PIB, então podemos afirmar que as despesas públicas em 2013 foram…
    1. 150 milhões euros
    2. 105 milhões euros
    3. 50% do PIB
    4. 70% do PIB
  21. Quando se verifica um défice orçamental
    1. o valor das receitas públicas é superior ao valor das despesas públicas
    2. A poupança do Estado é positiva
    3. O valor da dívida pública diminui
    4. Nenhuma das anteriores
  22. O Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) é…
    1. Um imposto sobre o rendimento
    2. Um imposto sobre o património
    3. Um imposto sobre o consumo
    4. Nenhuma das hipóteses anteriores
  23. As despesas públicas podem ser…
    1. correntes ou de capital
    2. crediticias
    3. patrimoniais ou voluntárias
    4. tributárias ou coactivas
  24. Os empréstimos contraídos pelo Estado fazer face aos défices orçamentais constituem…
    1. o Orçamento do Estado
    2. o crédito do país
    3. a dívida pública
    4. a contingentação
  25. O Estado intervencionista defende…
    1. a livre iniciativa e a livre concorrência
    2. a propriedade privada dos meios de produção
    3. que deve intervir na vida em sociedade, mas apenas nas áreas em que o sector privado não actua
    4. que deve ter um papel activo na redistribuição do rendimento
  26. O Orçamento de Estado
    1. constitui uma previsão anual das despesas do Estado e do sector privado
    2. constitui uma previsão anual das despesas e receitas do Estado
    3. constitui uma previsão semestral das despesas e receitas extraordinárias do Estado
    4. Corresponde ao total dos empréstimos contraídos pelo Estado para fazer face às despesas correntes da Administração Pública
  27.  O Estado deve…
    1. assegurar a obtenção de receitas públicas e privadas
    2. promover a eficiência, a equidade e a estabilidade
    3. garantir a maximização do lucro
    4. promover a eliminação das desigualdades sectoriais
  28. Diz-se que há necessidade líquida de financiamento externo quando…
    1. o saldo conjunto das balanças Corrente e de Capital é negativo
    2. o saldo da Balança Corrente e de Capital é negativo
    3. um país coloca o seu capital à disposição do Resto do Mundo
    4. O saldo conjunto das Balanças de Mercadorias e de Serviços é negativo
  29. Os empréstimos contraídos pelo Estado para fazer face aos défices orçamentais constituem…
    1. o orçamento do Estado
    2. O crédito do país
    3. A dívida pública
    4. A contingentação
  30. O quadro onde se registam todas as transacções económicas que se operam entre um país e o Resto do Mundo denomina-se…
    1. Orçamento do Estado
    2. Quadro de entradas e saídas
    3. Balança de Pagamentos
    4. SEC 95
  31. Suponha que o Estado aumenta a taxa de IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado). Permanecendo tudo o resto constante, isso provocará…
    1. uma diminuição do índice de preços no consumidor
    2. uma diminuição no rendimento disponível das famílias
    3. uma aumento na cobrança de impostos indirectos
    4. um aumento do défice orçamental
  32. Em 2013, num determinado país, o Estado cobrou apenas as seguintes receitas: 8 milhões de euros de imposto sobre produtos petrolíferos (ISP), 20 milhões de euros de imposto sobre veiculos (ISV) e 200 milhões de euros sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS). Nesse ano, o Estado obteve 228 milhões de…
    1. receitas correntes, sendo 28 milhões de euros de impostos diretos e o restante de impostos indirectos
    2. receitas correntes, sendo 28 milhões de euros de impostos indirectos e o restante de impostos directos
    3. receitas de capital, sendo 28 milhões de impostos directos e o restante de impostos indirectos
    4. receitas de capital, sendo 28 milhões de impostos indirectos e o restante em impostos directos.
  33. Caracterize o conceito de Estado – providência
  34. Leia o texto que se segue…..  O destino que o mercado dá aos resultados da actividade económica é, por vezes, influenciado por factores estranhos ao próprio mercado. Por essa razão, a repartição feita pelo mercado pode não ser justa. Assim, o Estado pode intervir no sentido de alcançar uma maior equidade….
    1. Justifique, tendo em conta o texto, a necessidade de intervenção do Estado nas esferas económica e social, com vista a alcançar uma maior equidade.
  35. Diferencie o setor empresarial do Estado do setor público administrativo.
  36. A atribuição do subsídio de desemprego é uma medida utilizada pelo Estado para atenuar os efeitos do desemprego, constituindo, simultaneamente, uma forma de redistribuição do rendimento. Explique o papel do Estado na redistribuição do rendimento, em geral.
  37. Leia o texto que se segue: ” O Estado pode intervir na economia, nomeadamente, como estabilizador macroeconómico, como prestador de serviços, como incentivador da atividade privada e como redistribuidor do rendimento. Para exercer a sua atividade, o Estado cobra receitas e realiza despesas. as principais receitas que o Estado cobra são os impostos, quer diretos, quer indiretos.

João Ferreira do Amaral et al., Introdução à Macroeconomia (adatado).

Distinga impostos diretos de impostos indiretos.