Tag Archives: explicações odivelas

Poupança e Investimento Resumo

Poupança e Investimento Resumo

Poupança e Investimento Resumo

Poupança e Investimento Resumo

A Poupança está diretamente ligada com o investimento.

O investimento é gerado pela poupança da pessoa que investe ou por poupança de outros, quando se recorre ao crédito.

Rendimento Pessoal disponível = Rendimento – Impostos – Quotização Social

O rendimento disponível pode ser canalizado:

Poupança: É a parte do rendimento que não é consumido.

Costumamos dizer que o Investimento é igual à poupança, porque na realidade qualquer investimento é fruto de capitais próprios (poupança pessoal) e de capitais alheios (crédito em que o capital é derivado da poupança de terceiros).

Consumo

Em Portugal a taxa de poupança tem vindo a diminuir nos últimos anos.

poupança poup

Principais razões para a poupança

Motivos para a poupança

Principais razões para a poupança

Especulação: Poupança é criada para a realização de investimento por motivos especulativos.

Podemos querer adquirir algo que saibamos que vai futuramente valorizar e desta forma podemos aumentar o nosso capital.

Incerteza: O receio quanto ao futuro, instabilidade no emprego, receio face à reforma, ajuda a familiares. Estes motivos fazem com que ocorra uma poupança para precaução.

Em épocas de crise é uma das razões principais para a poupança.

Despesa Futura: Muitas vezes para adquirirmos bens com valor mais elevado (ex: um carro), recorremos à poupança para podermos fazer uma aquisição futura. Consumo também pode gerar poupança para a sua aquisição, por exemplo a compra de um computador, ou outro bem que seja mais dispendioso.

Neste caso o consumismo tem vindo a influenciar os níveis de poupança.

Consumismo

Consumismo

Os destinos da poupança

Existem 3 destinos possíveis para a poupança:

1 – Colocação financeira

2 – Entesouramento

3 – Investimento

1 – Colocação Financeira – consiste na aplicação da poupança em produtos financeiros disponibilizados pelas instituições financeiras (ex: depósitos a prazo, certificados de aforro, planos de poupança, fundos de investimento, ações, obrigações, etc).

Existe uma relação inversa entre poupança e consumo. Isto significa que quanto maior é o consumo menor é a poupança e vice versa.

Também existe uma relação entre nível de rendimento e poupança. Tendencialmente quanto maiores forem os níveis de rendimento também maiores deverão ser os níveis de poupança. Embora dependa também da estrutura de consumo de cada família.

Taxa de juro e poupança, uma taxa de juro mais elevada favorece também um incremento da poupança pois o capital passa a ser melhor remunerado e existe por esse motivo uma maior compensação pela renúncia ao consumo presente.

Os destinos da poupança – a importância do investimento

Poupança – Colocação financeira

Aplicação da poupança em produtos financeiros. Bilhetes de tesouro, dep. a prazo, certificados de aforro, planos de poupança ou fundos de investimento.

Existem várias componentes associadas à colocação financeira

Investimento:

Formação bruta de capital fixo (FBCF): implica o investimento em imobilizado ou qualquer outro tipo de bens duradouros. A sua aquisição implica a realização de amortizações, que englobam o desgaste do capital fixo. Por ex: a aquisição de um automóvel implica que este tenha uma depreciação do seu valor que tem que ser considerada através das amortizações.

Variação de existências: que representa as variações de stocks entre dois períodos diferentes. Normalmente, considera-se o período de um ano, o stock existente em 1 Janeiro e comparado com o existente em 31 de Dezembro.

Investimento

Investimento material: quando a aquisição de bens tangíveis, pressupõem existência física, bens corpóreos; ex: compra de um carro.

Investimento imaterial: quando se refere à aquisição de bens intangíveis, bens não corpóreos, como a prestação de serviços, design, marcas, patentes, ou software, publicidade e valor da marca.

Investimento financeiro: investimento que é resultado de aplicação em ativos financeiros: ações ou obrigações.

Investimento quanto á função:

Investimento de substituição: para assegurar a capacidade produtiva devemos repor o capital à medida que vai sendo utilizado. Por exemplo quando tenho um computador que se torna obsoleto e vou comprar um nova para o substituir é um investimento de substituição.

Investimento de capacidade: para a realização de uma atividade que exige mais recursos é muitas vezes aumentar a capacidade produtiva. Uma empresa que tem um servidor X, este servidor tem capacidade para 30 clientes, com o crescimento da empresa temos que comprar um novo servidor para poder alojar mais clientes.

Investimento de inovação: aumento da eficiência e racionalização, por ex: um software que consiga ser mais rápido e prático.

Investimento quanto ao agente

Investimento Público ou Investimento Privado

Investimento Público: Investimento em hospitais, escolas, estradas,acessibilidades, etc.

Investimento Privado: empresas, criação de postos de trabalho, investigação e desenvolvimento, etc.

A inovação tecnológica e investigação e desenvolvimento (I&D)

O investimento em inovação implica a valorização da marca e do produto. Vai implicar o fator diferenciação. Na sociedade de consumo a invenção e inovação resulta não só na criação de novos produtos mas também na melhoria dos produtos já existentes.

Não são só as empresas que investem em inovação também o Estado é responsável por uma grande quota parte do investimento em particular na questão da saúde,

Na atualidade, a investigação assume um papel de extrema importância na competitividade pois o desenvolvimento de novos produtos e processos produtivos ocorre com uma frequência cada vez mais curta. A aposta no I&D é crucial na questão da produtividade e da competitividade.

 

 

Preparação para os Exames Nacionais 2015 Odivelas

Preparação para os Exames Nacionais 2015 Odivelas

Pacotes especiais para preparação para os Exames Nacionais 1ª e 2ª Fases

Disciplinas: Matemática, Físico-Química, Biologia, História, Economia, Português,Francês, Inglês, Alemão, Geografia, Sociologia, etc….

Pack intensivo 10h +2h oferta ou 20h + 4h oferta

Pack especial para Economia e Matemática 10h + 4h oferta em regime happy Hour das 7:30 às 10:30 de Segunda a Domingo*

Preparação para os Exames  Odivelas

 

*pack válido de 1 de Junho a 22 Julho 2015, exclusivo para unidade de Odivelas

Preparação para os Exames em Odivelas

Pacote de aulas mais económico, exclusivo para unidade de Odivelas (Quinta Nova)

Explicações promoção 3º período – pack 3
Junta 2 amigos e tem aulas intensivas a um preço super económico.
Preparação Exame Matemática 12º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame Economia 11º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame Português 12º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame Físico -Química 11º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame Geografia 11º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame História 12º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Preparação Exame Geometria Descritiva 11º ano, 10h +2h oferta por apenas, 69,90€ + IVA

Prepara-te para os Exames
para mais informações contactos: 91 818 70 95, visite-nos em: www.kids.com.pt

Cursos de Línguas Verão Odivelas

Cursos intensivos para Adultos, aulas em regime pos laboral, cursos ao seu nível de acordo com o seu ritmo e com a sua necessidade. Estamos abertos de Segunda a Sábado das 8:00 às 21:00, estamos abertos todo o ano inclusive no mês de Agosto

 

Contato: 91 818 70 95, email: info@kids.com.pt

Questões de exame preços e mercados

Questões de exame preços e mercados

  1. Suponha que, em determinado ano e num dado país, as condições climatéricas destruíram mais de metade da colheita de trigo. Então, com tudo o resto constante, nesse país…
    1. diminui a oferta de trigo.
    2. aumenta a procura de trigo.
    3. diminui o preço no mercado de trigo.
    4. aumenta a quantidade vendida de trigo.
  2. O aumento dos salários nominais dos trabalhadores, implica, necessariamente, um aumento do seu salário real. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, porque com o aumento dos salários nominais os trabalhadores recebem mais dinheiro;
    2. falsa, porque a inflação pode ser superior ao aumento dos salários nominais
    3. verdadeira, porque o aumento dos salários nominais implica um aumento do nível de vida
    4. falsa, porque não existe qualquer relação entre salário nominal e salário real
  3. De forma genérica, quando o preço aumenta, a quantidade que os produtos estão dispostos a produzir…
    1. aumenta.
    2. diminui.
    3. não se altera.
    4. pode aumentar ou pode diminuir.
  4. A forma de mercado que se caracteriza pelo existência de um pequeno grupo de produtores, cuja a dimensão é elevada, designa-se…
    1. monopólio
    2. concorrência perfeita
    3. oligopólio
    4. concorrência monopolística.
  5. Quando a oferta é inteiramente dominada por um só produtos que exerce uma grande influência sobre o nível de preços e a quantidade de bens que abastece o mercado, diz-se que há…
    1. concorrência perfeita
    2. concorrência monopolística
    3. oligopólio
    4. monopólio
  6. O mercado de certo bem é um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado, existem…
    1. muitos compradores e muitos vendedores
    2. muitos compradores e muitos vendedores
    3. poucos compradores e poucos vendedores
    4. muitos compradores e poucos vendedores
  7. Em certo momento verificou-se o aumento da oferta do bem x. Um factor que pode explicar esse aumento é…
    1. a diminuição do preço do bem x
    2. o aumento do salário dos trabalhadores que produzem o bem x
    3. o aumento da produtividade na produção do bem x
    4. a diminuição da procura do bem x
  8. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
    1. muitos vendedores e alguns compradores
    2. alguns vendedores e um comprador
    3. muitos vendedores e um comprado
    4. um vendedor e muitos compradores
  9. A curva da oferta de um bem representa…
    1. o preço que os compradores estão dispostos a pagar aos vendedores, para cada quantidade  alternativa.
    2. o preço que os vendedores praticam, de fato, no mercado, em função da procura existente.
    3. as quantidades desse bem que os vendedores estão dispostos a vender, para cada preço alternativo.
    4. as quantidades desse bem que os compradores adquirem aos vendedores, ao preço de equilíbrio.
  10. Numa situação de oligopólio….
    1. a oferta é superior à procura
    2. a procura é superior à oferta
    3. existe um nº reduzido de vendedores
    4. existe um único vendedor
  11. O mercado de certo bem é um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado existem…
    1. popucos comprado e muitos vendedores;
    2. muitos compradores e muitos vendedores;
    3. poucos compradores e poucos vendedores;
    4. muitos compradores e poucos vendedores.
  12. O mercado que se caracteriza por ter um nº reduzido de grandes empresas a produzir os bens de muitos consumidores denomina-se…
    1. concorrência monopolística.
    2. monopólio,
    3. oligopólio.
    4. concorrência perfeita.
  13. Considera-se um fator determinante da procura
    1. o rendimento médio dos produtores.
    2. o custo de produção.
    3. o rendimento médio dos consumidores.
    4. a mobilidade dos fatores de produção.
  14. O preço de equilíbrio é …
    1. o preço calculado com base nos custos de produção.
    2. o preço em que a oferta é igual à procura.
    3. determinado pela quantidade oferecida.
    4. determinado pela quantidade procurada.
  15. A procura de um bem corresponde…
    1. à quantidade desse bem que os vendedores estão dispostos a vender a um determinado preço.
    2. à quantidade desse bem que os compradores estão dispostos a adquirir a um determinado preço.
    3. ao preço que os compradores estão dispostos a pagar por esse bem.
    4. ao preço que os vendedores estão dispostos a receber por esse bem.
  16. O efeito que uma alteração do poder de compra pode ter sobre o consumo designa-se…
    1. efeito rendimento
    2. efeito substituição
    3. efeito secundário
    4. efeito demonstração
  17. Quantidades procuradas e preços variam…
    1. na razão direta
    2. na razão inversa.
    3. de acordo com a época do ano.
    4. de acordo com o gosto dos consumidores.
  18. Um dos fatores que influenciam a procura de um bem é …
    1. o custo das matérias primas
    2. o nível de rendimento dos consumidores
    3. os níveis de consumo de uma região
    4. o custo da mão de obra
  19. O fato do preço de um bem aumentar no mercado de concorrência perfeita, a curto prazo, deve-se:
    1. ao auento da oferta.
    2. ao aumento da procura.
    3. ao aparecimento de novos bens no mercado.
    4. à subida de preço dos bens sucedâneos.
  20. Quando a oferta é igual a procura…
    1. o preço é alto.
    2. o preço é baixo.
    3. o preço satisfaz consumidores e produtores
    4. o preço tende a subir.
  21. Quando do lado da procura existem numeros agentes e do lado da oferta apenas existem alguns, o mercado designa-se por…
    1. concorrência bilateral.
    2. concorrência monopolística.
    3. monopólio.
    4. oligopólio.
  22. Uma das carateristicas do mercado  de corrência perfeita é a de os produtos não apresentarem diferenças significativas entre eles. Essa catacterísitica denomina-se…
    1. atomicidade.
    2. homogeneidade.
    3. transparência.
    4. permeabilidade.
  23. Numa situação de oligopólio….
    1. a oferta é superior à procura.
    2. a procura é superior à oferta
    3. existe um nº reduzido de vendedores
    4. existe um único vendedor.
  24. Quando a oferta tem total poder na determinação do nível de preços, estamos perante um mercado…
    1. de concorrência perfeita.
    2. monopolístico.
    3. oligopolístico.
    4. de bens diferenciados.
  25. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
    1. muitos vendedores e alguns compradores.
    2. alguns vendedores e um comprador.
    3. muitos vendedores e um comprador.
    4. um vendedor e muitos compradores.
  26. Consideram-se pressupostos da concorrência perfeita ….
    1. a transparência do mercado e a heterogeneidade dos produtos.
    2. a atomicidade do mercado e a homogeneidade dos produtos.
    3. a intervenção estatal na atividade económica.
    4. a mobilidade dos recursos humanos.
  27. Em situações normais, quando aumenta o preço de um bem,…
    1. diminui a oferta desse bem.
    2. aumenta a quantidade que os produtores desse bem estão dispostos a vender.
    3. aumenta a quantidade de bens que os compradores estão dispostos a comprar.
    4. aumenta a procura desse bem.
  28. Consideram-se fatores determinantes da procura de um bem…
    1. o preço desse bem e o nível de rendimento dos consumidores.
    2. os impostos e contribuições sociais.
    3. a regulação da concorrência e os direitos dos consumidores.
    4. as taxas de juro de médio e longo prazo.
    5. O mercado conduz ao ponto de equilíbrio. Esta afirmação é …
      1. verdadeira, porque é no mercado que se fazem as compras.
      2. falsa, porque a oferta pode ser maior do que a procura.
      3. verdadeira, porque é do confronto entre a oferta e a procura que se pode chegar a um equilíbrio.
      4. falsa, porque a procura pode ser maior do que a oferta.
  29. Se o preço do bem A aumentar e esse fato for o único responsável pelo aumento da procura do bem B, podemos afirmar que…
    1. B é complementar de A.
    2. A é independente de B.
    3. B é substituto de A.
    4. A é inferior a B.
  30. Segundo a lei da oferta
    1. a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço diminui.
    2. o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem aumenta.
    3. a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço aumenta.
    4. o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem diminui.
  31. Verifica-se que a procura do bem Y aumenta em resultado do aumento do preço do bem X (mantendo-se tudo o resto constante). Então, pode concluir-se que…
    1. Y é um bem de primeira necessidade.
    2. X é um bem inferior.
    3. X e Y são bens complementares.
    4. X e Y são bens sucedâneos (ou substituíveis).
  32. Suponha que o preço dos combustíveis aumentou num dado momento. Então, permanecendo tudo o resto constante, é previsível…
    1. a diminuição da procura dos automóveis
    2. o aumento da procura de pneus
    3. o aumento da oferta de automóveis
    4. a diminuição da oferta de bicicletas.
  33. O mercado conduz ao ponto de equilíbrio. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, porque é no mercado que se fazem as compras.
    2. falsa, porque a oferta pode ser maior do que a procura.
    3. verdadeira, porque é do confronto entre a oferta e a procura que se pode chegar a um equilíbrio.
    4. falsa, porque a procura pode ser maior do que a oferta.