Tag Archives: Explicações de Economia

Exercícios de Cálculo Financeiro

Exercícios de Cálculo Financeiro

Exercícios de Cálculo Financeiro

Exercícios de Cálculo Financeiro

  1. Determine, o valor do capital acumulado por uma unidade de 100 000€, durante 10 anos, à taxa de 10%.
  2. Determine o valor atual de uma renda de 50 000,00€, depositada à taxa de 7,59, durante 20 anos.
  3. Determine a taxa de uma renda anual de 100 000,00€ que, durante 30 anos se transforma no capital acumulado de 18 088 149, 425€
  4. Determine o período de investimento de uma renda anual de 60 000,00€ que à taxa de 20% tem o valor atual de 251 548,33€
  5. Determine o valor atual de uma renda antecipada de 15 000,00€, à taxa de 15%, durante 15 anos.
  6. Calcule, o valor acumulado de uma renda antecipada de 20 000,00€, à taxa de 20%, durante 20 anos.
  7. Considere uma renda de 25 termos mensais de 10 000,00€ cada, cujo primeiro vencimento se dá a 1/1/2017. Determine o valor atual relativo a 1/1/2915, considerando uma taxa de 20%.
  8. Determine o valor do capital acumulado por uma unidade de 400 000,00€ durante 20 anos à taxa de 15%.
  9. Determine o valor atual de uma renda de 25 000,00€, depositada à taxa de 20% durante 6 anos.
  10. Qual é o valor atual de uma renda antecipada de 28.000,00€  à taxa de 7%, durante 8 anos?
  11.  O José contraiu um empréstimo no valor de 32 000,00€, por um prazo de 8 meses, em regime de juro simples, à taxa de 6%.
    1. Qual o juro a pagar na data do reembolso do capital?
    2. Qual o montante do reembolso?
  12.  A sociedade Rodrigo e Diogo Lda, contraiu um empréstimo em 5 prestações em 5 de Janeiro, 5 de Abril, 5 de Agosto e 5 de Dezembro do ano n. Este 5 pagamentos constituem uma renda? Justifique.
  13.  Um comerciante, para poder alargar a sua atividade, precisava de 100 000,00€. Conseguiu que lhe emprestassem essa quantia, durante 2 anos, a juro antecipado à taxa anual de 20%. Determine a taxa real do empréstimo.
  14. Determinado indivíduo pagou 300 000,00€ de juros antecipados, à taxa anual de 18%, por um empréstimo com a duração de 4 meses.
    1. Determine, o capital recebido (capital atual)
    2. Determine, o capital pedido (capital nominal).

A Taxa de inflação

A Taxa de inflação

A Taxa de inflação

A Taxa de inflação

A taxa de inflação é um indicador que mede, em termos percentuais, a variação dos preços entre dois momentos de tempo,  calcula-se a partir do IPC ou do IHPC.

Taxa de inflação do ano X = IPC(ano 2) – IPC (ano 1) / IPC (ano 1) X100

A taxa de inflação de um determinado ano resulta do rácio entre a diferença dos IPC desse ano e do anterior e o IC deste último, rácio esse que depois é multiplicado por 100.

Diferentes taxas de inflação

inflação homóloga: mede a variação dos preços entre o mesmo mês de dois anos consecutivos, por exemplo, entre Fevereiro de 2004 e Fevereiro de 2005.

inflação média: mede a variação dos preços ao longo dos 12 meses de um ano e do ano seguinte ( é calculada com base em várias observações estatísticas)

inflação mensal, mede a variação dos preços entre dois meses consecutivos.

 

Produto Interno e Produto Nacional

Produto Interno e Produto Nacional

Produto Interno e Produto Nacional

Produto Interno e Produto Nacional

A questão da origem da produção é de especial relevância pois permite contabilizar o que é produzido em território económico nacional, Produto Interno, por agentes nacionais ou por agentes estrangeiros residentes em território nacional há mais de um ano. Nesta situação, o critério é o territorial, incluído desta forma toda a produção realizada em território nacional.

O Produto pode também ser classificado de acordo com o critério da unidade residente. Neste caso, calcula-se o Produto Nacional (N), este contabiliza toda a produção realizada por unidades institucionais residentes, independentemente de ter sido produzida em território nacional ou estrangeiro. Este agregado apura o valor do Produto que foi realizado por agentes nacionais, independentemente do local onde este tenha sido efetuado.

Por ex: um jogador de futebol português que atue em Espanha faz parte do PIB espanhol mas do PNB português.

PIB = PNB – Saldo dos rendimentos do Resto do Mundo

PNB = PIB + Saldo dos rendimentos do Resto do Mundo.

População ativa e inativa

População ativa e inativa

População ativa e inativa

População ativa e inativa

População ativa representa todos os indivíduos que desempenham atividades remuneradas ou os que embora não estejam empregados se encontrem à procura de emprego.

População inativa é composta por todas as pessoas que não desempenham atividades remuneradas onde se incluem os indivíduos com idade inferior a 15 anos ou superior a 64 anos. Os estudantes, as donas de casa, os deficientes, os inválidos, as crianças, os reformados ou os pensionistas fazem parte da população inativa.

Taxa de atividade

Taxa de atividade

Taxa de atividade

Taxa de atividade

A taxa de atividade indica-nos a percentagem da população disponível para trabalhar, mas também a parte da população que trabalha relativamente à população consumidora.

Esta informação é importante para que os governos dos Estados, responsáveis pela política macroeconómica, possam tomar as necessárias medidas económicas e sociais.

Contudo, na taxa de atividade está contida a população desempregada, pelo que para um conhecimento concreto da situação do trabalho temos que considerar os valores e as causas do desemprego.

Cimeira do Luxemburgo

 

Cimeira do Luxemburgo

Cimeira do Luxemburgo

Cimeira do Luxemburgo

Foi uma cimeira promovida pela UE que definiu como grande prioridade as políticas de emprego e a adoção de medidas preventivas do desemprego, que deveriam assentar:

  • na empregabilidade dos candidatos a emprego;
  • na adaptabilidade das empresas e dos trabalhadores às mutações tecnológicas
  • na igualdade de oportunidades entre homens, mulheres e pessoas deficientes

am os interesses entre a oferta e a procura que possibilita a formação do preço de mercado dos bens.

Classificação dos tipos de bens quanto à duração

Classificação dos tipos de bens quanto à duração

 

Bens duradouros: são os bens que podem ser utilizados mais do que uma vez como por exemplo um casaco ou um carro.

bens duradouros

bens duradouros

Bens não duradouros: são bens que só podem ser utilizados uma vez como por exemplo um hambúrguer ou uma bebida.

bens não duradouros

bens não duradouros

Questões saídas em Exame 1

Questões saídas em Exame 1

Questão nº1

Leia o texto que se segue.

Os economistas aprenderam que taxas de inflação elevadas têm um efeito corrosivo sobre as economias de mercado. Nos períodos de aumento mais rápido dos preços, a moeda perde o seu valor, as pessoas ficam confusas, cometem erros e gastam muito do seu tempo a preocuparem-se com o facto de a inflação corroer os seus rendimentos.

Samuelson e Nordhaus, Economia, 1999 (adaptado)

Identifique e explicite os dois efeitos da inflação a que o texto se refere.

Questão nº 2

Leia o texto que se segue

Pensemos na procura de gelado. Como decidimos quantos gelados comprar por mês e que fatores influenciam a nossa decisão? Se o preço do gelado aumentar de 70 cêntimos para um euro a unidade, poderemos optar por comprar uma quantidade de gelados, ou poderemos ainda tomar a decisão de o substituir por iogurte congelado, cujo preço se manteve e que satisfaz a mesma necessidade.

N. Gregory Mankiw, Introdução À Economia 1999 (adaptado)

Questão nº3

Usando uma cana de pesca em vez de pescar à mão, o tempo gasto torna-se mais produtivo, resultando numa maior quantidade de capturas por dia, Usando ainda mais capital, sob a forma de redes e de barcos de pesca, a atividade torna-se suficientemente produtiva para alimentar muitas pessoas.

Samuelson e Nordhaus, Economia 1999 (adaptado)

Indique dois fatores de produção além do mencionado no texto

Questão nº4

Leia o texto que se segue

As despesas e as receitas do Orçamento de Estado traduzem sempre escolhas e produzem sempre efeitos ao nível económico e social, nomeadamente, em termos de promoção da equidade e da estabilidade económica. Por exemplo, se o Estado aumentar a tributação sobre o rendimento das Famílias, tal irá gerar efeitos sobre a atividade económica e alterar a repartição pessoal dos rendimentos.

Paulo Trigo Pereira et. al., Economia e Finanças Públicas, 2010 (adaptado)

Explicite, com base no texto, o papel do Orçamento do Estado como instrumento de intervenção económica e social.

Questão nº5

Leia o texto que se segue

No mercado perfeitamente concorrencial das laranjas, todos os vendedores transacionam exatamente o mesmo bem e quer compradores quer vendedores estão na posse de toda a informação. Neste mercado, cada um dos agricultores deseja vender as laranjas pelo preço mais alto e, assim, se o conseguissem aumentar os seus lucros. Contudo, se algum dos agricultores pedisse, pelas laranjas, um preço mais elevado do que o preço de mercado, perderia todas as vendas.

Joseph E. Stiglitz e Carl E. Walsh, Introdução à Microeconomia Rio de Janeiro, Campus, 2003, p. 24 (adaptado)

Explique com base nas duas características da estrutura do mercado perfeitamente concorrencial implícitas no texto, a impossibilidade de vender a um preço superior ao preço de mercado.

 

 

 

A procura e a lei procura

A procura e a lei procura

Representa a quantidade que é procurada no mercado.

A lei da procura representa a relação entre a procura de um bem ou serviço e o seu respetivo preço.

Procura é a quantidade que os consumidores estão disponíveis para adquirir determinado produtos para determinado preço.

Existe uma relação inversa entre o preço  e a quantidade procurada.

O preço maior implica uma diminuição da procura

O preço menor implica um aumento da procura.

A Lei da procura é representada por um gráfico que apresenta uma curva decrescente.

Lei da procura

aumenta o preço  diminui a quantidade procurada.

diminui o preço aumenta a quantidade procurada.

Procura individual: a procura de cada consumidor.

Procura agregada: o somatório de todas as procuras individuais.

Fatores que influenciam a procura

O Rendimento dos consumidores: Quando o rendimento aumento existe uma forte relação com o  aumento da procura.

Bens inferiores: é uma exceção porque quando rendimento aumenta estes deixam de ser procurados. Estão associados muitas vezes com baixo status social.

Preferências dos consumidores:

Estão ligados à tradição., publicidade e a religião.

Por exemplo uma loja macdonalds em Portugal tem produtos em relação a Israel.

Dimensão de mercado

Está relacionado com a demografia de um determinado país.

Preços de outros bens

Bens sucedâneos e os bens complemenntares

 

 

 

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia SAC

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia SAC

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia Santo António dos Cavaleiros

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia Santo António dos Cavaleiros

Explicações de Economia  em SAC

Aulas personalizadas de preparação para Testes e Exame Nacional de Economia

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia SAC

Preparação 1ª Fase Exame Nacional de Economia SAC

Visite o nosso site de apoio: www.explicacoeseconomia.com.pt

Explicações de Economia 10º e 11º ano em SAC

Professores experientes e muito competentes.

Boa taxa de sucesso em anos anteriores

Quem somos

A Kids.com é uma empresa especializada em aulas particulares nos nossos centros e ao domicílio.

Desde 2004 que ajudamos os nossos alunos a melhorarem o seu desempenho e a atingirem o sucesso escolar !

Sabemos bem como a aposta no futuro é necessária. Assim sendo, a Kids.com é um centro de ensino que promove explicações, cursos de informática e cursos de línguas para pessoas de todas as idades.

Os Centros de Estudos Kids.com dispõem de uma vasta equipa de professores multidisciplinares, que permite abranger várias áreas de ensino.

As aulas são realizadas individualmente no nosso espaço em frente à Escola Secundária Braamcamp Freire, na Pontinha, nas instalações da papelaria Cruza Rituais.

Reserve já a sua inscrição

Preços

14,00€ + IVA por hora individual

Pack intensivo 10h +2h semana (3 horas semanais)

One + One

2 amigos = 50% de desconto para cada

(promoção não acumulável com outras existentes)

Estamos abertos todo o ano de Segunda a Sábado, inclusive durante o período de férias escolares.

Onde Estamos

Estamos agora em mais locais para estarmos mais próximos de si: Odivelas, Loures, Pontinha, Ramada, Colinas do Cruzeiro, Frielas, Santo António dos Cavaleiros, Santo António dos Cavaleiros, Póvoa Sto Adrião, Caneças e Casal de Cambra… Também temos aulas ao domicílio, Concelhos de Loures, Odivelas, Amadora e Lisboa.

Contactos

91 818 70 95, 21 931 23 97

email: info@kids.com.pt

visite-nos: www.explicacoesloures.pt