Tag Archives: 2ª fases.Explicações Economia Odivelas

Exercícios de Exame – Poupança e Investimento

Exercícios de Exame – Poupança e investimento

  1. A aplicação da poupança em produtos financeiros disponibilizados por intermédio de instituições financeiras denomina-se…
    • financiamento;
    • investimento;
    • entesouramento;
    • colocação financeira;
  2. A aquisição de bens tangíveis designa-se…
    • investimento de substituição;
    • investimento imaterial;
    • investimento de capacidade;
    • investimento material;
  3. Classifica-se como investimento material a…
    • compra de um televisor por uma família;
    • compra de um autocarro por uma empresa de transportes;
    • despesa efectuada em publicidade pelas empresas;
    • despesa efectuada na compra de acções por uma família;
  4. As famílias podem aplicar a sua poupança em…
    • despesas de consumo e pagamento de salários;
    • depósitos bancários e compra de acções;
    • consumos intermediários e depósitos bancários;
    • investimentos produtivos e despesas de consumo.
  5. Um dos motivos que pode levar uma família a realizar poupanças é …
    • o seu rendimento ser insuficiente para o montante habitual dos encargos suportados com o consumo;
    • ter contraído recentemente um empréstimo à habitação;
    • o rendimento auferido ultrapassar o montante habitual dos encargos suportados com o consumo;
    • ter obtido um cartão de crédito;
  6. A aquisição de bens intangíveis designa-se…
    • investimento de substituição;
    • investimento imaterial;
    • investimento de capacidade;
    • investimento material;
  7. A canalização da poupança para a manutenção ou aumento da capacidade produtiva das unidades de produção denomina-se…
    • financiamento;
    • investimento substituição;
    • investimento capacidade;
    • colocação financeira;

 

Questões revisão Escolha Múltipla

Questões revisão Escolha Múltipla

  1. A ciência económica está intimamente relacionada com a questão da escassez, na medida em que, se há escassez, é necessário:
    1. Consumir bens;
    2. Efetuar escolhas;
    3. Utilizar recursos;
    4. Realizar investimentos.
  2. O uso pelo João de uma camisa que comprou recentemente constitui um consumo.
    1. coletivo.
    2. público.
    3. individual.
    4. intermédio.
  3. O pagamento de lucros aos acionistas de uma empresa de transportes integra-se na atividade económica designada por…
    1. distribuição.
    2. produção.
    3. repartição de rendimentos.
    4. redistribuição de rendimentos.
  4. No mês de abril, a Maria, na sequência do acréscimo de 200 euros ao seu salário mensal, decidiu aumentar o consumo dos bens habitualmente utilizados. Considerando-se tudo o resto constante, podemos afirmar que esta alteração no consumo da Maria foi influenciada.
    1. pela variação dos preços.
    2. pela inovação tecnológica.
    3. pelo ciclo de vida dos bens.
    4. pelo aumento do rendimento.
  5. O pressuposto de que as decisões económicas interagem umas com as outras e se condicionam de modo a obter-se o equilíbrio dos sistemas está subjacente ao princípio…
    1. da proporcionalidade.
    2. do equilíbrio económico.
    3. da rentabilidade.
    4. da racionalidade.
  6. O António deslocou-se de autocarro, para assistir a um jogo de futebol da seleção nacional. No intervalo, comprou um sumo, um cachecol e um livro. Então, o António.
    1. ao utilizar o livro, efetuou um consumo final e individual.
    2. ao utilizar o sumo, efetuou um consumo intermédio e individual.
    3. ao utilizar o cachecol, efetuou um consumo final e coletivo.
    4. ao utilizar o autocarro, efetuou um consumo intermédio e coletivo.
  7. O consumo intitula-se intermédio quando…
    1. os bens consumidos já se encontram totalmente transformados.
    2. incide sobre os bens essenciais.
    3. os bens ainda vão se objeto de transformações.
    4. incide sobre bens não essenciais.
  8. O papel -moeda é uma forma de moeda…
  9. Verifica-se o efeito-rendimento quando…
    1. o aumento do preço de um bem leva à transferência do seu consumo para o consumo de outros bens mais baratos.
    2. os padrões de consumo de determinados grupos sociais influenciam os níveis de consumo do resto da sociedade.
    3. o aumento do preço de um bem faz diminuir a sua quantidade de consumo.
    4. o aumento do preço de um bem provoca a diminuição do consumo dos bens complementares.
  10. Um dos objetivos da intervenção do Estado na redistribuição do rendimento é garantir uma maior:
    1. Produtividade
    2. Autonomia;
    3. Eficiência
    4. Equidade
  11. As necessidades que exigem algum dispêndio designam-se…
    1. económicos.
    2. sociais.
    3. coletivas.
    4. primárias.
  12. Num determinado mercado, os retalhistas compram aos produtores os bens que disponibilizam aos consumidores, Neste caso, estamos perante um circuito de distribuição.
    1. curto.
    2. longo.
    3. ultralongo.
    4. ultracurto.
  13. Num sistema económico misto, e relativamente aos meis ode produção, podemos afirmar que:
    1. Estes pertencem exclusivamente às famílias, logo são propriedade privada
    2. Estes pertencem ao Estado, logo propriedade pública
    3. Coexistem diferentes tipologias de apropriação, incluíndo propriedade pública,privada, comunitária, entre outras
    4. Estes têm uma propriedade pública, comunitária ou cooperativa.
  14. A entrada de novos consumidores no mercado
    1. Faz deslocar a curva da procura para baixo e esquerda
    2. Mantém a curva da procura inalterada
    3. Faz deslocar a curva da procura para cima e direita
    4. Nenhuma das anteriores
  15. A curva da oferta é positivamente inclinada porque:
    1. A utilidade marginal é decrescente
    2. A utilidade margunal é crescente
    3. Os rendimentos marginais são decrescentes
    4. Os rendimentos marginais são crescente
  16. O ponto de equilíbrio de mercado pode ser definido como uma situação de:
    1. Eficiência;
    2. Eficácia;
    3. Estabilidade;
    4. Equidade
  17. O acréscimo de satisfação proporcionada pelo consumo de uma unidade adcional de um bem é a definição de:
    1. Utilidade marginal
    2. Utilidade marginal decrescente
    3. Utilidade marginal crescente
    4. Utilidade total
  18. Verifica-se que a procura do bem Y aumenta em resultado do aumento do preço do bem x (mantendo-se tudo o resto constante). Então, pode concluir-se que:
    1. Y é um bem de primeira necessidade
    2. X é um bem inferior
    3. X e Y são bens sucedâneos (rivais ou substitutos)
    4. X e Y são bens complementares
  19. Considerando a alteração do nível de procura de um bem por parte de um consumidor, face à sua variação de preço, diz-se que:
    1. A procura é rígida, se a elasticidade-preçi da procura apresentar valores superiores a 0
    2. Mantém a curva da procura inalterada
    3. A procura é rigida, se a elasticidade-preço da procura apresentar valores inferiores a 0
    4. A procura é elástica, se a elasticidade-preço da procura apresentar valores superiores a 1.
  20. Os custos que as empresas têm que suportar em função do aumento de produção designam-se por:
    1. Variáveis
    2. Fixos
    3. Marginais
    4. Normais
  21. Quando o aumento da produção é menos que proporcional ao aumento da capacidade produtiva estamos a considerar a existência de:
    1. Rendimentos de escala constantes
    2. Rendimentos de escala decrescentes
    3. Rendimentos de escala crescentes
    4. Nenhuma das anteriores
  22. A isoquanta pode ser definida como a:
    1. Possibilidade de consumo dos 2 fatores de produção dados os recursos financeiros disponíveis
    2. Representação do máximo de produção com uma dada combinação de fatores
    3. Parte dos custos que é suportada, qualquer que seja a quantidade produzida
    4. Parte dos custos que varia com a intensidade da produção
  23. Quando afirmamos que um determinado mercado é de concorrência perfeita, tal significa que se verificam certas carateristicas, nomeadamente o fato de o:
    1. Nº de empresas a operar no mercado ser elevado
    2. Produto transaccionado no mercado ser diferenciado
    3. Preço a que o bem é vendido no mercado ser baixo
    4. Acesso a esse mercado estar sujeito a barreiras
  24. A ciência económica tem por objeto de estudo a escolha. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, pois a Economia estuda a aplicação de recursos escassos na satisfação de necessidades múltiplas e ilimitadas.
    2. verdadeira, pois o objeto de estudo da Economia é o conjunto das atividades transformadoras de bens livres.
    3. falsa, pois a Economia estuda a aplicação dos fatores de produção naturais escassos na maximização do bem-estar da sociedade.
    4. falsa, pois o objeto de estudo da Economia é o conjunto das funções realizadas pelos agentes económicos de um país.
  25. Para o produtor monopolista, o ponto ótimo, em termos de decisão de produção e de maximização do lucro, resulta da interseção entre:
    1. A curva dos custos médios e a curva da procura
    2. A curva dos custos marginais e a curva da procura
    3. A reta da receita marginal e a curva dos custos médios
    4. A reta da receita marginal e a curva do custo marginal
  26. O Oligopólio Coligado pode ser definido com uma forma de mercado caraterizada por:
    1. Existência de poucas empresas, com produtos diferenciados e com interdependência das decisões empresariais
    2. Existência de uma única empresa, com fortes barreiras à entrada de novas empresas e que controlam todos os aspetos ligados à produção.
    3. Existência de poucas empresas, com um produto relativamente indiferenciado e com interdependência das decisões empresariais.
    4. Existência de algumas empresas, com produtos diferenciados e que controlam todos os aspetos ligados à produção.

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª,2ª fases

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª,2ª fases

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª,2ª fases

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª,2ª fases

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª fase

Preparação Exame de Economia 11º ano 1ª fase

Fornecemos uma equipa de professores qualificados e experientes, motivados para dar em sua casa explicações individuais para cada aluno que seguem um plano individual de acordo com as suas necessidades específicas.
O apoio será dentro da intensidade e periodicidade desejada pelo aluno.
Preços económicos. Aproveite as nossas promoções.
O apoio será dentro da intensidade e periodicidade desejada pelo aluno.
Locais de formação: Odivelas, Loures, Pontinha, Famões, Ramada, Frielas,Santo António dos Cavaleiros,Caneças, Colinas do Cruzeiro, Benfica, Carnide, Alfornelos, Olivais, Moscavide,Alvalade, Parque das Nações, Moscavide, Lumiar e Telheiras
Packs Happy Hours descontos até 30%
Serviço de Gestor de cliente, apoio ao aluno e encarregado de educação.
Relatório mensal elaborado pelo gestor de cliente, contato personalizado com os encarregados de educação.
Apoio ao domicílio todos os anos e disciplinas
Preparação para todos os exames do 12º Ano
Professores experientes – Bons Resultados
Resolução de exames de anos anteriores
Traz um amigo e tenham ambos oferta de 10% de desconto
Contactos: 21 931 23 97 / 91 818 70 95 email: info@kids.com.pt
Contactos: 918187095
Email: info@kids.com.pt
Site: www.kids.com.pt