Razões que levam as famílias a poupar

Razões que levam as famílias a poupar

Quando o rendimento disponível é superior às despesas familiares, permite a criação de poupança.

Este capital poupado pode ser aplicado para comprar algo que seja caro, Despesa Futura.

O desejo de comprar algo dispendioso, leva a que as famílias realizem a poupança.

A incerteza perante o futuro gera um outro tipo de poupança que  é a poupança por precaução.

Motivo especulativo é por exemplo  a poupança destinada a aplicar em investimento que origine mais valia.

Por exemplo compra em leilão de um quadro pode ser uma forma de poupança.

Como vivemos numa sociedade de consumo, a poupança também depende do grau de consumismo das famílias. Em muitos casos, a publicidade, as técnicas de venda agressivas e as facilidades de pagamento concedidas geram consumos exagerados e desnecessários. As famílias, mesmo nos casos em que os rendimentos disponíveis são superiores aos gastos com o consumo, são tentadas a utilizar o excedente em bens de consumo, não reservando muito para situações futuras.