Pacto de Estabilidade e Crescimento

Pacto de Estabilidade e Crescimento

Em Junho de 1997, foi adoptado no Conselho Europeu de Amesterdão, o Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC), com ele os Estados membros participantes na UEM se comprometeram a manter a disciplina orçamental, ficando definido que seriam aplicadas sanções a qualquer país da Área do Euro cujo défice orçamental ultrapassasse os 3% do PIB.

Em 2005, o Pacto de Estabilidade e Crescimento foi considerado severo, pelo que sofreu uma reforma, Portugal foi um dos países que viram o seu défice exceder os 3%, tendo atingido cerca de 6,1% do PIB em 2005. Este acontecimento levou a que o Conselho Europeu tivesse recomendado que fossem tomadas medidas para corrigir aquele valor aquele valor até 2008, facto que foi alcançado durante o ano de 2007 com um grande esforço do país.

Evolução do défice público Portugal

Evolução do défice público Portugal

Ver mais

Cenários para Portugal até 2035