Mudanças necessárias para o crescimento Económico

Mudanças necessárias para o crescimento Económico

Criação de Valor acrescentado a grande aposta para Portugal

Criação de Valor ——Massa Crítica (Formação / Universidades) —- Empresas

Existe uma correlação muito forte entre:

Inovação – Investigação e Desenvolvimento – Design – Tecnologia – Criação de valor acrescentado.

A criação de valor acrescentado é fulcral para Portugal

Portugal tem limitações naturais de dimensão:

  • Recursos naturais limitados;
  • Mercado interno reduzido;
  • Não podemos concorrer como anteriormente com competitividade baseada em mão de obra barata, não podemos concorrer com os Asiáticos.

 

Especialização e a Inovação são os pontos principais:

Um país não deve produzir tudo, mas sim aquilo para o qual os seus recursos se demonstram mais aptos e competitivos; Teoria das vantagens comparativas.

 

Temos como exemplo de excelência em Portugal o caso da Via Verde que é conhecido com um caso de sucesso a nível mundial.

É uma inovação de solução de sistemas informáticos adaptado a uma necessidade atual.

Produtividade e criação de valor são as consequências naturais da especialização e da inovação.

Tecnologia associada à formação só uma equipa com fortes conhecimentos com domínio das novas tecnologias e com a implementação de sistemas informáticos eficientes permite um aumento de produtividade.

A produtividade permite melhores condições laborais e desta forma uma maior motivação da equipa profissional.

Portugal tem tido nos últimos anos uma nova geração de engenheiros e gestores mais capazes do que as gerações anteriores contudo tem tido dificuldade em mantê-los no nosso país. Grande parte dos recursos humanos vê-se obrigado a imigrar.

Existe uma dificuldade de sincronização entre as empresas e as universidades.

É necessária uma colaboração mais estreita entre ambos numa relação de benefício mútuo.

 

 

Mudanças necessárias para o crescimento Económico

Mudanças necessárias para o crescimento Económico

 

 

Portugal tem alguns pontos fortes:

  1. Boa rede de telecomunicações;
  2. Boa rede de estradas;
  3. Boas Infraestruturas;
  4. Um razoável nº de computadores e smartphones, somos uma sociedade relativamente desenvolvida no que respeita ao acesso à internet e às novas tecnologias;
  5. Tem desenvolvido o turismo nos últimos anos com um crescimento notório;
  6. Temos uma geração de novos engenheiros e informáticos com bastante competência e muito competitivos com o que se faz no resto da Europa.

Portugal sofreu impacto de duas situações na primeira década do século XXI

  1. A adesão da China à (OMC) Organização Mundial de Comércio), 1999
  2. O grande alargamento de países especialmente de Leste à União Europeia;

Portugal deixou de poder competir na questão da mão de obra barata, a chegada do Euro impede que o nosso país seja competitivo com a desvalorização da mesma como fator de incentivo às exportações.

Na questão da industria apesar de ser muito pouco expressiva em Portugal é um setor importante porque Portugal não pode ser unicamente especializado em serviços.

Os serviços apesar de importantes não são suficientes para manter a nossa economia.

Portugal deve apostar na inovação e desenvolvimento de soluções que tornem o seu tecido empresarial mais competitivo.