Ficha 15 – Preparação Exame Economia

Ficha 15 – Preparação Exame Economia

Centro de Estudos Kids.com – 91 818 70 95

Aulas online, + segurança + conforto + económico

Ficha 14 – Preparação Exame Economia
Ficha 15 – Preparação Exame Economia

Colectânea de exercícios saídos em exames nacionais – Capítulos XII

Grupo I

Exercício nº 1

Exame 2007 1ª Fase


Exercício nº 2

Exame 2007 1ª Fase

Exercício nº 3

Exame 20017 2ª Fase

Exercício nº 4

Exame 2017 época especial

Exercício nº 5

Exame 2016 1ª Fase

Exercício nº 6

A forma mais fraca de integração económica é …

a) O Mercado Comum

b) O Sistema de Preferências Aduaneiras

c) A zona de Comércio Livre

d) A União Aduaneira

Exercício nº 7

O Tratado de Maastricht estabelece um conjunto de critérios de convergência nominal, para a adesão à
moeda única, que se referem, entre outros aspetos,
(A) ao défice comercial externo e à dívida pública.
(B) à taxa de juro de longo prazo e à despesa nacional.
(C) ao produto nacional bruto e à taxa de câmbio.
(D) à taxa de inflação e ao défice orçamental.

Exame 2016 2ª Fase

Exercício nº 8

Em 2004, o alargamento da União Europeia a 10 novos Estados-Membros trouxe vários desafios,
nomeadamente, a necessidade de reorientar os fundos comunitários para fomentar a convergência real
destes novos Estados-Membros.
A afirmação anterior é
(A) falsa, pois o valor médio do produto interno bruto por habitante dos novos países era superior ao
valor médio da União Europeia a 15 Estados-Membros.
(B) verdadeira, pois o valor médio do produto interno bruto por habitante dos novos países era inferior
ao valor médio da União Europeia a 15 Estados-Membros.
(C) falsa, pois os fundos da União Europeia foram utilizados na totalidade para financiamento de projetos
nos antigos Estados-Membros.
(D) verdadeira, pois os fundos da União Europeia foram utilizados na totalidade para financiamento de
projetos nos novos Estados-Membros.

Exame 2017 época especial

Exercício nº 9

Exame 2016 2ª Fase

Exercício nº 10

Na construção da União Europeia (UE) têm vindo a ocorrer dois processos em paralelo: o reforço da
integração económica entre os Estados-Membros e a adesão de novos países. Em 1999, a UE iniciou
mais uma etapa no
(A) processo de alargamento, pois, nesse ano, a Áustria, a Suécia, a Finlândia e a Noruega aderiram
à UE.
(B) processo de alargamento, pois, nesse ano, foram selecionados os países da UE fundadores do euro.
(C) processo de aprofundamento, pois, nesse ano, os países da UE assinaram o Tratado de Maastricht.
(D) processo de aprofundamento, pois, nesse ano, onze Estados-Membros da UE adotaram a moeda
única.

Exame 2016 época especial

Exercício nº 11

Exame 2016 época especial

Exercício nº 12

Nos processos de integração económica, uma zona de comércio livre distingue-se de uma união
aduaneira, nomeadamente, pelo facto de
(A) a união aduaneira, ao contrário da zona de comércio livre, garantir a liberdade de circulação de
pessoas.
(B) a união aduaneira, ao contrário da zona de comércio livre, definir uma pauta aduaneira exterior
comum sobre as mercadorias.
(C) a zona de comércio livre, ao contrário da união aduaneira, garantir a liberdade de circulação de
capitais.
(D) a zona de comércio livre, ao contrário da união aduaneira, definir uma pauta aduaneira exterior
comum sobre os serviços.

Exame 2015 1ª Fase

Exercício nº 13

No processo de construção da União Europeia, os sucessivos alargamentos possibilitaram, por ordem
cronológica, a integração
(A) do Reino Unido, da Hungria e da Grécia.
(B) da Polónia, da Irlanda e de Portugal.
(C) do Reino Unido, de Portugal e da Hungria.
(D) da Polónia, da Irlanda e da Grécia.

Exame 2015 1ª Fase

Exercício nº 14

. Num Estado-membro da União Europeia, os direitos de importação aplicados sobre um dado bem
proveniente de países terceiros são
(A) diferentes dos direitos aplicados sobre o mesmo bem pelos restantes Estados-membros e
constituem uma das receitas do Orçamento da União.
(B) diferentes dos direitos aplicados sobre o mesmo bem pelos restantes Estados-membros e
constituem uma das despesas do Orçamento da União.
(C) iguais aos direitos aplicados sobre o mesmo bem pelos restantes Estados-membros e constituem
uma das receitas do Orçamento da União.
(D) iguais aos direitos aplicados sobre o mesmo bem pelos restantes Estados-membros e constituem
uma das despesas do Orçamento da União

Exame 2015 2ª Fase

Exercício nº 15

Uma das características da forma de integração económica designada por mercado comum é a existência
de
(A) uma pauta aduaneira específica de cada Estado-membro, utilizada nas trocas comerciais de
mercadorias com países terceiros.
(B) barreiras aduaneiras que impedem a livre circulação de serviços entre Estados-membros.
(C) uma pauta aduaneira comum aos vários Estados-membros, utilizada nas transações comerciais de
mercadorias com países terceiros.
(D) barreiras aduaneiras que impedem a livre circulação de capitais entre Estados-membros

Exame 2015 época especial

Exercício nº 16

Um dos critérios de convergência nominal para a adesão à moeda única, contemplado no Tratado de
Maastricht, estabelece que a relação entre
(A) o investimento público e o Produto Interno Bruto do país não deve exceder 3% durante o ano anterior
à decisão de entrada no euro.
(B) a inflação do país e a inflação média comunitária deve ser inferior a 3% durante o ano anterior à
decisão de entrada no euro.
(C) a taxa de juro do país e a taxa de juro média comunitária deve ser inferior a 3% durante o ano anterior
à decisão de entrada no euro.
(D) o défice orçamental e o Produto Interno Bruto do país não deve exceder 3% durante o ano anterior
à decisão de entrada no euro.

Exame 2014 1ª Fase

Exercício nº 17

Em 2012, faziam parte da Área do Euro, entre outros países,
(A) a Alemanha, a França e a Dinamarca.
(B) a Suécia, a Finlândia e a Bélgica.
(C) todos os que assinaram os Tratados de Roma em 1957.
(D) todos os que integravam a União Europeia em 2004.

Exame 2014 1ª Fase

Exercício nº 18

Em 1994, a União Europeia instituiu um fundo destinado a apoiar financeiramente projetos nos domínios
do ambiente e das redes transeuropeias em matéria de infraestruturas de transporte. Nesse ano, eram
elegíveis para financiamento os projetos dos Estados-membros com um PNB por habitante inferior a 90%
da média comunitária. Esse fundo designa-se por
(A) Fundo de Coesão.
(B) Fundo de Cooperação.
(C) Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
(D) Fundo Europeu de Estabilização Financeira

Exame 2014 1ª Fase

Exercício nº 19

No estudo da convergência real entre dois ou mais países membros de um espaço de integração
económica, ao longo de uma década, utiliza-se, geralmente, como indicador a
(A) taxa de crescimento anual dos rendimentos primários nominais.
(B) taxa de crescimento anual do salário médio em termos nominais.
(C) taxa de variação anual do PIB por habitante, calculado a preços constantes.
(D) taxa de variação anual do consumo privado, calculado a preços correntes.

Exame 2014 época especial

Grupo II

Exercício nº 1

Exame 2017 época especial

Exercício nº 2

Exame 2016 época especial

Exercício nº 3

Exame 2015 2ª Fase

Grupo III

Exercício nº 1

Exame 2015 época especial

Exercício nº 2

Exame 2014 1ª Fase

Exercício nº 3

Exame 2014 época especial

Cotações da Prova

Ficha 14 – Preparação Exame Economia

Ficha 15 preparação Exame Economia

Aulas Personalizadas de Preparação para Exame Nacional de Economia

Estamos em funcionamento durante o mês de Agosto

Reservas / Marcações: 91 818 70 95

Preparação para os Exames Nacionais 2020

Ficha 9 – Preparação Exame Economia
Explicações de Economia online

Contactos: 91 818 70 95

visite–nos: kids.com.pt