Category Archives: União Europeia

Exercícios revisão Economia Portuguesa e a UE

Exercícios revisão Economia Portuguesa e a UE

  1. Identifique os principais desafios para a UE decorrentes:
    1. do alargamento;
    2. do aprofundamento;
    3. da necessidade de afirmação externa
  2. Uma das medidas tomadas foi a criação do BCE. Explique em que consiste o BCE e quais são as principais funções.
  3. Explique a necessidade de reorientação dos fundos comunitários em consequência da entrada de novos membro da UE.
  4. Explique a importância do principio de coesão económica e social.

Questões A economia portuguesa no contexto da União Europeia

Questões A economia portuguesa no contexto da União Europeia

  1. Identifique os principais desafios para a UE resultantes:
    1. do alargamento;
    2. do aprofundamento;
    3.  e da necessidade de afirmação externa;
  2. Explique  a necessidade de reorientação dos fundos comunitários em consequência da entrada de novos membros da UE.
  3. Exponha alguns dos principais desafios que Portugal tem sentido com os sucessivos alargamentos da União Europeia.
  4. Caracteriza o conceito de integração económica, explicado a diferença entre uma zona de comércio livre e uma união aduaneira.
  5. A forma mais fraca de integração económica é…
    1. mercado comum
    2. o sistema de preferências aduaneiras
    3. a União Aduaneira
    4. Zona de comércio livre
  6. Em 2012, faziam parte da Área do Euro, entre outros países…
    1. A Alemanha, a França e a Dinamarca
    2. a Suécia, a Finlândia e a Bélgica
    3. todos os que assinaram os Tratados de Roma em 1957
    4. todos os que integravam a União Europeia em 2004.
  7. O Tratados de Roma, assinados, em 1957, por 6 países europeus, criaram
    1. a Euratom e a EFTA
    2. a Euratom e a CEE
    3. a CECA e a EFTA
    4. a CECA e a CEE
  8. Em Portugal, os recebimentos do Fundo de Coesão, provenientes da União Europeia, são registados na…
    1. Balança de Mercadorias
    2. Balança de Serviços
    3. Balança de Capital
    4. Balança de Rendimentos
  9. Em 1994, a União Europeia instituiu um fundo destinado a apoiar financeiramente projetos nos domínios do ambiente e das redes transeuropeias em matéria de infraestruturas de transporte. Nesse ano, eram elegiveis para financiamento os projetos dos Estados-Membros com um PIB por habitante inferior a 90% da média comunitária. Esse fundo designa-se por:
    1. fundo de coesão
    2. fundo de cooperação
    3. fundo europeu de desenvolvimento regional
    4. fundo europeu de estabilização financeira
  10. Um dos critérios de convergência nominal para a adesão à moeda única, contemplado no Tratado de Maastricht, estabelece que a relação entre
    1. o investimento público e o Produto Interno Bruto do país não deve exceder 3% durante o ano anterior à decisão de entrada no euro.
    2. a inflação do país e a inflação média comunitária deve ser inferior a 3% durante o ano anterior à decisão de entrada no euro.
    3. a taxa de juro do país e a taxa de juro média comunitária deve ser inferior a 3% durante o ano anterior à decisão de entrada no euro
    4. o défice orçamental e o Produto Interno Bruto do país não deve exceder 3% durante o ano anterior à decisão de entrada no euro.

Portugal no contexto da União Europeia

Portugal no contexto da União Europeia

Os sucessivos da União a 28  países. Em 1995 eram apenas 15 países. Portugal ficou um país ainda mais periférico, aumentou o fosso em termos económicos e políticos.

Entretanto, estas ameaças do alargamento devem ser transformadas em oportunidades de crescimento para Portugal, que deve apostar na melhoria da sua produtividade, em manter estáveis as contas públicas, no crescimento do tecido empresarial e na formação dos seus recursos humanos.

Portugal lida com problemas de natureza social como o desemprego e o envelhecimento da população, estão a trazer sérios problemas para a manutenção da população activa e a forma como vão ser financiadas as políticas de Segurança Social no futuro; por outro, verifica-se um empobrecimento da população, que, devido à actual crise económica, tem tendência a agravar-se.

Com a entrada na União Europeia de novos países na sua maioria da Europa de Leste e Sul, o nosso país também sofreu um drástico corte nos apoios comunitários, nomeadamente nas áreas da agricultura e pescas.

É urgente promover a produtividade e eficiência de Portugal:

  1. Criando condições para atrais investimento estrangeiro, através da aplicação de reformas fiscais e laborais, da desburocratização dos processos administrativos e de melhorias ao nível da justiça.
  2. Apoiando a formação dos cidadãos numa perspectiva de longo prazo (formação para a vida), para melhorar a produtividade e, simultaneamente, combater o desemprego.
  3. Reforçando a investigação e desenvolvimento nas áreas que podem permitir o aumento da competitividade, o surgimento de novas oportunidades de negócio e o desenvolvimento de projectos de maior valor acrescentado.

 

Questões Economia Portuguesa no Contexto da UE

Questões Economia Portuguesa no Contexto da UE

Questões Economia Portuguesa no Contexto da UE

Questões Economia Portuguesa no Contexto da UE

O Acto Único Europeu…

a – Criou a comunidade económica europeia;

b – criou um sistema de preferências aduaneiras;

c – preparou o terreno para integração política e a União Económica e Monetária, instituidas mais tarde, no tratado da UE;

d – Criou o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

2. Um dos desafios para a UE decorrentes dos alargamentos é a necessidade de uma maior operacionalidade no seu funcionamento. Esta necessidade pode ser ultrapassada, entre outras medidas, com a…

a – Redução do nº de comissários europeus;

b – eleição direta dos deputados europeus

c – adoção de uma moeda unica

d – criação de um mercado único

3 – O Tratado de Maastricht definiu como critério de adesão à moeda única, entre outros…

a – Uma taxa de crescimento do PIB superior à média das taxas de crescimento do PIB dos países da UE;

b – Um controlo na circulação de pessoas e capitais;

c – Um défice orçamental não superior a 3% do PIB;

d – Uma taxa de inflação inferior à média das taxas de inflação dos países da UE;

4– A UE tem por objetivo, entre outros, atingir uma maior «coesão económica e social». Esta expressão significa uma exigência de…

a – redução das desigualdades de desenvolvimento entre as diferentes regiões;

b – contribuição de todos os estados-membros para o orçamento da ue

c – convergência nominal relativamente a vários indicadores económicos

d – participação democrática crescente dos cidadãos europeus.

5 – Uma das vantagens que a integração económica entre dois ou mais países apresenta é a de….

  1. a produtividade do trabalho, necessariamente, aumentar nesses países
  2. as decisões de política económica serem apenas tomadas por unanimidade
  3. as empresas desses países poderem realizar economias de escala
  4. a Balança de Pagamentos de cada um desses países se apresentar equilibrada

6 – Existe convergência nominal entre dois Estados-membros da união europeia quando, nomeadamente….

  1. diminui a diferença entre as respectivas taxas de inflação
  2. aumenta a diferença entre as perspectivas taxas de inflação
  3. diminuem os respectivos PIB per capita
  4. aumentam os respectivos PIB per capita.

7 – O Euro foi adotado a 1 de Janeiro de 1999 por 11 Estados -membros da UE, entre os quais se encontravam

a. Portugal, Alemanha e Dinamarca.

b. Finlândia, Irlanda e Áustria.

c. Bélgica, Grécia e Reino Unido.

d. Espanha, França e Suécia.

8 – Num processo de integração económica entre dois ou mais países, a implementação da livre circulação de mercadorias de serviços, de capitais e pessoas traduz-se na criação de

a. um mercado comum

b. uma zona de comércio livre.

c. uma união aduaneira.

d. um sistema de preferências aduaneiras.

 

Exercícios Economia portuguesa no contexto da União Europeia

Exercícios Economia portuguesa no contexto da União Europeia

  1. Num processo de integração económica entre dois ou mais países, a implementação da livre circulação de mercadorias, de serviços, de capitais e de pessoas traduz-se na criação de…
    1. uma zona de comércio livre
    2. um mercado comum
    3. uma união aduaneira
    4. um sistema de preferências aduaneiras
  2. Uma das vantagens que a integração económica entre dois ou mais países apresenta é a de…
    1. a produtividade do trabalho, necessariamente, aumentar nesses países
    2. as decisões de política económica serem apenas tomadas por unanimidade
    3. as empresas desses países poderem realizar economias de escala
    4. a Balança de Pagamentos de cada um desses países se apresentar equilibrada.
  3. O Euro foi adoptado a 1 de Janeiro de 1999 por 11 Estados membros da União Europeia, entre os quais se encontravam….
    1. Portugal, Alemanha e Dinamarca
    2. Finlândia, Irlanda e Áustria
    3. Bélgica, Grécia e Reino Unido
    4. Espanha, França e Suécia
  4. A forma mais fraca de integração económica é…
    1. O mercado Comum
    2. Sistema de preferências aduaneiras
    3. Zona de Comércio Livre
    4. União Aduaneira
  5. Os tratados de Roma, assinados em 1957, por seis países europeus, criaram
    1. a EURATOM e a EFTA
    2. a EURATOM e a CEE
    3. a CECA e a EFTA
    4. a CECA e a CEE
  6. São países fundadores da CEE
    1. a Holanda, a Espanha e o Reino Unido
    2. o Reino Unido, a Itália e a Suíça
    3. a França, a Itália e a Holanda
    4. a Suíça, a Espanha e a França
  7. Com a coesão económica e social, um dos objectivos da União Europeia, pretende-se…
    1. aproximar o nível de vida dos cidadãos europeus
    2. repartir o orçamento comunitário de forma igual
    3. aprofundar a convergência nominal entre os países europeus
    4. desenvolver a agricultura dos países membros da zona euro
  8. Leia o texto que se segue…  Este fundo, instituído em 1994, pela União Europeia, apoia financeiramente a realização de projetos nos domínios do ambiente e das redes transeuropeias em matéria de infraestruturas de transportes e é um dos instrumentos financeiros da política regional da União Europeia – juntamente com os fundos estruturais. …  Relacione os objetivos do fundo a que se refere o princípio da coesão económica e social da UE. Começe por identificar esse fundo,
  9. O processo de alargamento da União Europeia realizado em 2004 implicou vários desafios, nomeadamente, o de…
    1. reconstrução da Europa Ocidental;
    2. reorientação dos fundos comunitários;
    3. reforço da soberania política de cada um dos Estados-Membros;
    4. reforço da soberania monetária de cada um dos Estados-Membros.
  10. Um processo de integração económica entre dois ou mais países implica, usualmente,…
    1. um aumento dos saldos das suas balanças de mercadorias;
    2. uma diminuição dos saldos das suas balanças de mercadorias;
    3. um aumento da interdependência das respetivas economias;
    4. uma diminuição da interdependência das respetivas economias.
  11. O principio da subsidiariedade
    1. obriga a que o conteúdo e a forma de ação da União Europeia não excedam o necessário para atingir os objetivos pretendidos;
    2. visa promover a coesão económica e social
    3. delimita o nº de votos, por país, no Conselho de Ministros
    4. Visa garantir a intervenção da União Europeia apenas nas situações em que não é possível operar,de forma eficiente , uma resolução ao nível nacional.
  12. O princípio orientador da ação da União Europeia que consiste em promover o desenvolvimento harmonioso através da progressiva aproximação dos níveis de rendimento médio e de qualidade de vida das populações das regiões de cada um dos Estados-membros designa-se por…
    1. coesão económica e social
    2. convergência nominal
    3. subsidiaridade estrutural
    4. solidariedade monetária e fiscal
  13. A comissão Europeia é a instituição da União Europeia que tem, entre outras, a função de…
    1. assegurar a estabilidade dos preços na área do euro
    2. garantir a aplicação dos tratados da União Europeia;
    3. definir as taxas de juro na área do euro
    4. gerir a política monetária da União Europeia.
  14. Em 2012, faziam parte da Área do Euro, entre outros países.
    1. a Alemanha, a França e a Dinamarca.
    2. a Suécia, a Finlândia e a Bélgica.
    3. todos os que assinaram os Tratados de Roma em 1957.
    4. todos os que integravam a União Europeia em 2004.
  15. Atualmente, em vários países da Europa, os sistemas de segurança social correm risco de rutura financeira. Um dos fatores responsáveis por esse facto pode ser…
    1. o aumento da população empregada
    2. a diminuição da população inactiva
    3. o aumento da população residente
    4. a diminuição da população empregada.
  16. “Atualmente há oito países aos quais a UE ofereceu a perspetiva de adesão: Albânia, Turquia, Islândia e os países da ex-Jugoslávia, com exceção da Eslovénia e da Croácia, que já fazem parte da UE. Cinco destes têm o estatuto de candidato oficial: Turquia, Sérvia, Antiga República Jugoslava da Macedónia, Islândia, Montenegro” http://europa.eu/ (acedido em julho de 2013).  Exponha alguns dos  principais desafios que Portugal tem sentido com os sucessivos alargamentos da União Europeia.
  17. Leia o documento seguinte:  Ato Único Europeu.  Assinatura: 17 de fevereiro de 1986 (Luxemburgo) / 28 de fevereiro de 1986 (Haia). Entrada em vigor: 1 de julho de 1987. Objetivos: proceder à reforma das instituições para preparar a adesão de Portugal e de Espanha e simplificar a tomada de decisões na perspetiva do mercado único. Principais mudanças: extensão da votação por maioria qualificada no Conselho (tornando assim mais difícil que um único país possa vetar uma proposta legislativa), introdução de processos de cooperação e de comum acordo que conferiram maior peso ao Parlamento.  http://europa.eu (acedido em julho de 2013). Comente o documento referente ao Ato Único Europeu, explicitando algumas das principais prioridades que este estabelecida.
  18. Caracterize o conceito de integração económica, explicando a diferença entre uma zona de comércio livre e uma união aduaneira.