Category Archives: Preços e mercados

Questões de exame preços e mercados

Questões de exame preços e mercados

  1. Suponha que, em determinado ano e num dado país, as condições climatéricas destruíram mais de metade da colheita de trigo. Então, com tudo o resto constante, nesse país…
    1. diminui a oferta de trigo.
    2. aumenta a procura de trigo.
    3. diminui o preço no mercado de trigo.
    4. aumenta a quantidade vendida de trigo.
  2. O aumento dos salários nominais dos trabalhadores, implica, necessariamente, um aumento do seu salário real. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, porque com o aumento dos salários nominais os trabalhadores recebem mais dinheiro;
    2. falsa, porque a inflação pode ser superior ao aumento dos salários nominais
    3. verdadeira, porque o aumento dos salários nominais implica um aumento do nível de vida
    4. falsa, porque não existe qualquer relação entre salário nominal e salário real
  3. De forma genérica, quando o preço aumenta, a quantidade que os produtos estão dispostos a produzir…
    1. aumenta.
    2. diminui.
    3. não se altera.
    4. pode aumentar ou pode diminuir.
  4. A forma de mercado que se caracteriza pelo existência de um pequeno grupo de produtores, cuja a dimensão é elevada, designa-se…
    1. monopólio
    2. concorrência perfeita
    3. oligopólio
    4. concorrência monopolística.
  5. Quando a oferta é inteiramente dominada por um só produtos que exerce uma grande influência sobre o nível de preços e a quantidade de bens que abastece o mercado, diz-se que há…
    1. concorrência perfeita
    2. concorrência monopolística
    3. oligopólio
    4. monopólio
  6. O mercado de certo bem é um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado, existem…
    1. muitos compradores e muitos vendedores
    2. muitos compradores e muitos vendedores
    3. poucos compradores e poucos vendedores
    4. muitos compradores e poucos vendedores
  7. Em certo momento verificou-se o aumento da oferta do bem x. Um factor que pode explicar esse aumento é…
    1. a diminuição do preço do bem x
    2. o aumento do salário dos trabalhadores que produzem o bem x
    3. o aumento da produtividade na produção do bem x
    4. a diminuição da procura do bem x
  8. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
    1. muitos vendedores e alguns compradores
    2. alguns vendedores e um comprador
    3. muitos vendedores e um comprado
    4. um vendedor e muitos compradores
  9. A curva da oferta de um bem representa…
    1. o preço que os compradores estão dispostos a pagar aos vendedores, para cada quantidade  alternativa.
    2. o preço que os vendedores praticam, de fato, no mercado, em função da procura existente.
    3. as quantidades desse bem que os vendedores estão dispostos a vender, para cada preço alternativo.
    4. as quantidades desse bem que os compradores adquirem aos vendedores, ao preço de equilíbrio.
  10. Numa situação de oligopólio….
    1. a oferta é superior à procura
    2. a procura é superior à oferta
    3. existe um nº reduzido de vendedores
    4. existe um único vendedor
  11. O mercado de certo bem é um mercado de concorrência perfeita. Então, nesse mercado existem…
    1. popucos comprado e muitos vendedores;
    2. muitos compradores e muitos vendedores;
    3. poucos compradores e poucos vendedores;
    4. muitos compradores e poucos vendedores.
  12. O mercado que se caracteriza por ter um nº reduzido de grandes empresas a produzir os bens de muitos consumidores denomina-se…
    1. concorrência monopolística.
    2. monopólio,
    3. oligopólio.
    4. concorrência perfeita.
  13. Considera-se um fator determinante da procura
    1. o rendimento médio dos produtores.
    2. o custo de produção.
    3. o rendimento médio dos consumidores.
    4. a mobilidade dos fatores de produção.
  14. O preço de equilíbrio é …
    1. o preço calculado com base nos custos de produção.
    2. o preço em que a oferta é igual à procura.
    3. determinado pela quantidade oferecida.
    4. determinado pela quantidade procurada.
  15. A procura de um bem corresponde…
    1. à quantidade desse bem que os vendedores estão dispostos a vender a um determinado preço.
    2. à quantidade desse bem que os compradores estão dispostos a adquirir a um determinado preço.
    3. ao preço que os compradores estão dispostos a pagar por esse bem.
    4. ao preço que os vendedores estão dispostos a receber por esse bem.
  16. O efeito que uma alteração do poder de compra pode ter sobre o consumo designa-se…
    1. efeito rendimento
    2. efeito substituição
    3. efeito secundário
    4. efeito demonstração
  17. Quantidades procuradas e preços variam…
    1. na razão direta
    2. na razão inversa.
    3. de acordo com a época do ano.
    4. de acordo com o gosto dos consumidores.
  18. Um dos fatores que influenciam a procura de um bem é …
    1. o custo das matérias primas
    2. o nível de rendimento dos consumidores
    3. os níveis de consumo de uma região
    4. o custo da mão de obra
  19. O fato do preço de um bem aumentar no mercado de concorrência perfeita, a curto prazo, deve-se:
    1. ao auento da oferta.
    2. ao aumento da procura.
    3. ao aparecimento de novos bens no mercado.
    4. à subida de preço dos bens sucedâneos.
  20. Quando a oferta é igual a procura…
    1. o preço é alto.
    2. o preço é baixo.
    3. o preço satisfaz consumidores e produtores
    4. o preço tende a subir.
  21. Quando do lado da procura existem numeros agentes e do lado da oferta apenas existem alguns, o mercado designa-se por…
    1. concorrência bilateral.
    2. concorrência monopolística.
    3. monopólio.
    4. oligopólio.
  22. Uma das carateristicas do mercado  de corrência perfeita é a de os produtos não apresentarem diferenças significativas entre eles. Essa catacterísitica denomina-se…
    1. atomicidade.
    2. homogeneidade.
    3. transparência.
    4. permeabilidade.
  23. Numa situação de oligopólio….
    1. a oferta é superior à procura.
    2. a procura é superior à oferta
    3. existe um nº reduzido de vendedores
    4. existe um único vendedor.
  24. Quando a oferta tem total poder na determinação do nível de preços, estamos perante um mercado…
    1. de concorrência perfeita.
    2. monopolístico.
    3. oligopolístico.
    4. de bens diferenciados.
  25. Um mercado de monopólio caracteriza-se pela existência de…
    1. muitos vendedores e alguns compradores.
    2. alguns vendedores e um comprador.
    3. muitos vendedores e um comprador.
    4. um vendedor e muitos compradores.
  26. Consideram-se pressupostos da concorrência perfeita ….
    1. a transparência do mercado e a heterogeneidade dos produtos.
    2. a atomicidade do mercado e a homogeneidade dos produtos.
    3. a intervenção estatal na atividade económica.
    4. a mobilidade dos recursos humanos.
  27. Em situações normais, quando aumenta o preço de um bem,…
    1. diminui a oferta desse bem.
    2. aumenta a quantidade que os produtores desse bem estão dispostos a vender.
    3. aumenta a quantidade de bens que os compradores estão dispostos a comprar.
    4. aumenta a procura desse bem.
  28. Consideram-se fatores determinantes da procura de um bem…
    1. o preço desse bem e o nível de rendimento dos consumidores.
    2. os impostos e contribuições sociais.
    3. a regulação da concorrência e os direitos dos consumidores.
    4. as taxas de juro de médio e longo prazo.
    5. O mercado conduz ao ponto de equilíbrio. Esta afirmação é …
      1. verdadeira, porque é no mercado que se fazem as compras.
      2. falsa, porque a oferta pode ser maior do que a procura.
      3. verdadeira, porque é do confronto entre a oferta e a procura que se pode chegar a um equilíbrio.
      4. falsa, porque a procura pode ser maior do que a oferta.
  29. Se o preço do bem A aumentar e esse fato for o único responsável pelo aumento da procura do bem B, podemos afirmar que…
    1. B é complementar de A.
    2. A é independente de B.
    3. B é substituto de A.
    4. A é inferior a B.
  30. Segundo a lei da oferta
    1. a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço diminui.
    2. o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem aumenta.
    3. a quantidade oferecida de um bem aumenta quando o seu preço aumenta.
    4. o preço de um bem aumenta quando a quantidade oferecida desse bem diminui.
  31. Verifica-se que a procura do bem Y aumenta em resultado do aumento do preço do bem X (mantendo-se tudo o resto constante). Então, pode concluir-se que…
    1. Y é um bem de primeira necessidade.
    2. X é um bem inferior.
    3. X e Y são bens complementares.
    4. X e Y são bens sucedâneos (ou substituíveis).
  32. Suponha que o preço dos combustíveis aumentou num dado momento. Então, permanecendo tudo o resto constante, é previsível…
    1. a diminuição da procura dos automóveis
    2. o aumento da procura de pneus
    3. o aumento da oferta de automóveis
    4. a diminuição da oferta de bicicletas.
  33. O mercado conduz ao ponto de equilíbrio. Esta afirmação é…
    1. verdadeira, porque é no mercado que se fazem as compras.
    2. falsa, porque a oferta pode ser maior do que a procura.
    3. verdadeira, porque é do confronto entre a oferta e a procura que se pode chegar a um equilíbrio.
    4. falsa, porque a procura pode ser maior do que a oferta.

Preços e mercados

Preços e mercados

Definição de mercado

representa o local onde se encontram a oferta e a procura de um bem a um determinado preço.

O mercado é, então o local, em sentido físico ou abstrato, onde se compatibilizam a oferta e a procura de um bem, a um determinado preço.

Temos vários tipos de mercados, por ex:

Mercado de Valores, Mercado Automóvel, Mercado de Trabalho, etc.

A teoria da oferta e da procura demonstra como as preferências dos consumidores determinam a procura dos bens, enquanto que os custos das empresas são a base da oferta.

Do equilíbrio entre a oferta e a procura resulta o preço e a quantidade transaccionada de cada bem.

Mecanismo de mercado

O mecanismo de mercado revela a forma como se conjugam os interesses entre a oferta e a procura que possibilita a formação do preço de mercado dos bens.
Procura e lei da procura

A procura representa a quantidade de bens que os compradores estão interessados em adquirir a um determinado preço.

Quanto mais baixos forem os preços maior será a quantidade procurada.

Graficamente representa-se por uma curva decrescente.

images (1)

Procura individual: é a procura de cada um dos individuos  como consumidores

Procura agregada: somatório das procuras individuais

Para cada bem existe uma procura:

– Individual – quantidade de bem que o consumidor esta disposto a adquirir a um determinado preço

– Agregada – Soma de todas as procuras individuais por parte de todos os possiveis compradores de determinado bem (familias, empresas)

Função da procura

A relação existente entre o preço de um bem e a quantidade comprada desse bem é designada função da procura ou curva da procura

Efeito substituição – Aumento do preço de um bem A, torna atraente a compra de outro bem B que satisfaça a mesma necessidade a um preço mais baixo.

Efeito rendimento – Se tudo o resto se manter constante, e se baixar o preço do bem A, o consumidor aumenta o seu poder de compra (como se rendimento fosse maior)

Lei da procura

lei da procura

Lei da procura

Outros factores que influenciam a procura

1 – nível de rendimentos dos consumidores

2 – preferências dos consumidores

3 – dimensão de mercado

4 – preços de outros bens (bens complementares ou bens sucedâneos)

Deslocações da procura

Quando existem alterações de fatores, que não o preço do próprio bem, que afetam a quantidade procurada, designam-se por deslocações da curva da procura.

A procura aumenta (ou diminui) quando a quantidade procurada para cada preço de mercado aumenta (ou diminui).

lei da oferta

lei da oferta

A oferta e a lei da oferta

A lei da oferta traduz uma relação positiva entre os preços e a quantidade oferecida. Isto é, quanto mais altos forem os preços maior é o nº de produtores disponíveis a produzir mais quantidade.

Oferta individual é a oferta de cada um dos produtores

oferta agregada: somatório de todas as ofertas individuais

Outros factores que influenciam a oferta

1 – Custo de produção

2 – evolução tecnológica

3 – preços de outros bens

4 – expectativas dos produtores

5 – condições climatéricas

concorrencia imperfeita

concorrencia imperfeita

equilibrio orçamental

Estrutura dos mercados

Mercados de concorrência perfeita

Ela existe quando existem vários produtores que desejam vender o mesmo tipo de produtos e existem vários compradores.

Carateriza-se por um elevado nº de produtores e de compradores.

Pressupostos do mercado de concorrência perfeita

Atomicidade do mercado: existência de um elevado nº de compradores e vendedores de reduzida dimensão, que não conseguem, individualmente, influenciar significativamente o mercado, em particular, o seu preco.

Homogeneidade do produto: características dos produtos que são semelhantes em que para o consumidor é indiferente consumir uns ou outros.

Livre entrada no mercado: carateriza-se pela inexistência de obstáculos à entrada ou saída do mercado, podendo todos os seus participantes entrar ou sair livremente sem qualquer barreira.

Transparência perfeita: todos os intervenientes dispõem de um livre acesso às informações respeitantes ao mercado, nomeadamente sobre os preços praticados e a qualidade dos bens

Mobilidade dos factores: os factores de produção podem ser deslocados de uma unidade produtiva para outra, de modo a poder estar em cada momento na unidade que proporcionar maior rentabilidade.

Formação do preço em concorrência perfeita

No mercado de concorrência perfeita o preço é formado através do ponto de equilíbrio de mercado o preço de equilíbrio entre a oferta e a procura.

Preço de equilíbrio no mercado de concorrência

Sempre que falamos de um equilíbrio estamos a referir-nos a um preço e a uma quantidade em que são compatíveis os desejos dos consumidores e dos produtores. (procura e oferta)

Mercados de concorrência imperfeita

Não existe atomicidade. Existem empresas de grande dimensão que conseguem influenciar os preços e a quantidade de bens oferecidos.

Nem sempre se verifica a livre entrada no mercado porque a dimensão das empresas constitui por si só um obstáculo a qualquer nova empresa que tente entrar mercado.

Não existe homogeneidade de produtos existe um elemento diferenciador, os produto s têm carateristicas especificas que os diferenciam.

Transparência de mercado: nem sempre as informações estão disponiveis a todos os intervenientes da mesma forma.

Monopólio

No monopólio um vendedor comercializa bens a muitos compradores. Os preços e as quantidades são fixados para maximizar o lucro.

Como representa um investimento de grande envergadura é muito dificil a entrada nesta mercado.

Concorrência monopolistica

Neste caso existe um grande de empresas que comercializam produtos semelhates que se diferenciam uns dos outros pela marca, publicidade, ou outra carateristica especifica.

Ver também: https://pt.wikipedia.org/wiki/Concorrência_monopolística

Oligopólio

é uma situação de mercado em que um nº reduzido de produtores  comercializar a um grande nº de consumidores.

A concorrencia entre oligopolio prende-se em serviços pos venda,  nas garantias adicionais, e outros extras que os possam diferenciar.

É dificil entrar no mercado porque este se encontra dominado por poucas empresas de grande dimensão.

tipos de mercado

tipos de mercado

Associações e parcerias empresariais

Existem estratégias de redução de custos que possibilitam a obtenção de sinergias que possibilitam a criação de parcerias e associações empresariais.

Concentração horizontal

Consiste na reunião de empresas que fabricam o mesmo produto e desta forma podem beneficiar de economia de escala.

Concentração vertical

é a junção de empresas que trabalham em fases distintas da produção e desta fora podem reduzir-se os custos intermédios.

A empresas funcionam umas como fornecedoras das outras.

Concentração conglomeral

Cartel
Aquisição

Verifica-se quando uma empresa adquire outra que desta forma deixa de existir para passar a fazer parte da primeira.
Fusão (trust)

Consiste na associação de duas ou mais empresas de que resulta uma nova empresa que utiliza os fatores produtivos das anteriores.

Fusões e aquisições

Operações que conduzem a que o controlo de capital de uma empresa mude de mão. Procura-se obter ganhos de eficiência através do aproveitamento de economias de escala, da racionalização de processos, da criação de canais de distribuição alternativos, etc. Procurando constranger a concorrência.

– Na fusão – as empresas decidem fundir as suas actividades e organizar um controlo comum dos activos.

– Na aquisição – amigável ou hostil – uma das empresas adquire participação na outra

Ambas tendem a incidir em sectores com elevada intensidade tecnológica (electrónica, informática, automóvel, farmacêutica).

Related:

http://www.iapmei.pt/iapmei-art-03.php?id=1329

https://www.portal-gestao.com/artigos/6366-o-que-são-fusões-e-aquisições.html