Category Archives: desemprego

Diferentes tipos de desemprego

 

Diferentes tipos de desemprego

 Diferentes tipos de desemprego

Diferentes tipos de desemprego

  Diferentes tipos de desemprego

Diferentes tipos de desemprego

Desemprego: situação em que os indivíduos que gostariam de encontrar emprego não o conseguem. Existe desta forma uma inactividade forçada da mão de obra.

Desemprego estrutural: ocorre quando existe uma inadequação duradoura entre a oferta e a procura de trabalho. A evolução das estruturas da economia pode levar a um subemprego.Ocorre por exemplo quando os progressos técnicos, que podem substituir o homem pela máquina ou inadequações como a falta de formação desta forma a qualificação dos trabalhadores não é compatível com as necessidades do mercado de trabalho.

Desemprego de longa duração: ocorre quando alguém se encontra à procura de emprego num período superior a 12 meses (1 ano). Quando este tipo de desemprego prossegue por muito tempo, as pessoas deixam de receber subsídios agravando desta forma a sua situação económica, que pode em alguns casos ser geradora de exclusão social.

Desemprego temporário semelhante a desemprego friccional. Traduz a situação passageira das pessoas que se encontram entre dois empregos, quando saíram de um para ingressarem noutro.

Desemprego repetitivo: característico de pessoas que têm trabalhos pouco estáveis e que têm poucas qualificações e que desta forma conhecem múltiplas passagens pelo mercado de trabalho

Desemprego tecnológico: corresponde a situações onde ocorre dificuldade de acompanhamento da evolução tecnológica por parte dos trabalhadores e que afecta principalmente os grupos etários mais elevados.

Desemprego sazonal: Está relacionado com atividades que são realizadas em determinadas épocas do ano e que depois dispensam a colaboração dos trabalhadores durante o resto do ano. Por exemplo trabalhos ligados à agricultura e ao turismo.

Desemprego friccional: resulta de uma insuficiente mobilidade dos trabalhadores. Entre dois empregos, uma pessoa pode encontrar-se desempregada durante algumas semanas, sem que esta situação signifique necessariamente que não exista emprego.